domingo, 30 de novembro de 2008

A ESCRAVA YEDA

A governadora fascista do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, queria passar alguns recados. Para isso, ordenou que o tablóide Zero Hora enviasse algum estagiário-sabujo ao seu gabinete. Da "entrevista" de uma hora e meia brotou este plangente título, encimando a "matéria":
Logo imaginamos a pobre tucana submetida a grilhões e calcetas, exibindo marcas de chibatadas em seu delicado lombo. Perscrutamos linha por linha para conhecer, afinal, quem seriam seus algozes. Mas, para fazer jus ao numeral que carrega em seu nome, a gazetinha da RBS não se ocupou desse tema, preferindo estribar-se na pauta da governante.
Se você clicar sobre o título acima, em azul, irá parar diretamente na fossa séptica virtual do jornalóide, onde está abrigada mais essa página imortal do Jornalismo de Esgoto de nossa pátria. Testemunhará o diálogo do sujo com o mal lavado - ou vice-versa. E terá que engolir algumas das farsas apresentadas pelo governo estadual como "avanços", tais como o "deficit zero", os pedágios sem licitação, o decreto fascista que institui o dedo-durismo e criminaliza os servidores públicos e até a excelente performance do coronel MendeSS, o comandante da Brigada Militar - aquele que adora quebrar a cabeça e as pernas dos trabalhadores reclamões.
O Cloaca News aproveita a ocasião para informar que os professores da rede estadual gaúcha receberam apenas uma fração de seus salários deste mês. Tiveram descontados os "dias parados" durante a recente greve. Mas estão obrigados a fazer a reposição das aulas. Trabalharão de graça. E na marra.

4 comentários:

Guido disse...

professores trabalhando para "colocar em dia" as aulas que não deram (e também não foram remunerados, então estão quites...)
em janeiro. Quem eh que está sendo escravizado? Pelo que me parece, os salários dela, D. Yeda e da D. Marisa Abreu , secretária de educação, estão em dia e bem pagas, diga-se de passagem.
Me orgulho de não ter votado na Yeda!

trombeta disse...

O maior conchaco entre políticos e empresários que já se viu no RS chama-se prorrogação de pedágios! Viva o "estado mais politizado" do país!

Carlos Eduardo da Maia disse...

A prorrogação dos pedágios não vai passar. TEm que licitar em 2013. Não sou contra os pedágios, mas essa proposta é completamente absurda. O governo Yeda continua resvalando e por culpa exclusiva dela. O povo do RS votou na Yeda porque qualquer pessoa ganha do Olívio. E se o PT insistir no Olívio no RS vai continuar perdendo e perdendo.

Peçanha disse...

Esse tal Carlos Eduardo da Maia deve ser assinante da Zero Hora. Deve dormir com headphone nas suas orelhas de burro sintonizado na rádio Gaúcha. Deve ter até autógrafo do Lasier Martins. Vem aqui dizer que qualquer pessoa ganha do Olívio...deve estar babando esse cara. Olívio enfrentou a rapa unida. E a rapa unida tinha com o apoio maciço da mídia de esgoto. Se o problema do governo da louca que esse cara ajudou a eleger fosse só essa mutreta dos pedágios, até daria pra conversar. Se você votou na fascista da Yeda, assuma sua governadora, bocó. O Olívio não mandava a tropa de choque espancar trabalhador.