domingo, 19 de abril de 2009

A VERDADEIRA HISTÓRIA DE FRANKLIN MARTINS

Enquanto os golpistinhas de plantão queimam a mufa atrás de factóides, este Cloaca News traz até você o imperdível depoimento que o capixaba Franklin de Souza Martins deu ao Projeto Memória do Movimento Estudantil sobre sua participação na luta contra a ditadura. A entrevista é longa, mas você nem vai perceber que meia hora passou voando. Clique aqui para ler.
Depois, se tiver curiosidade e paciência, clique aqui e leia o que disse José Serra ao mesmo projeto.
.
Atualizado às 13:30h - O Google Docs, onde abrigamos o texto integral do depoimento, está com problemas. Para ler a entrevista de Franklin Martins, abra o arquivo PDF que você encontrará clicando aqui.

12 comentários:

trombeta disse...

Franklin Martins é um herói brasileiro, lutou contra a ditadura, jornalista competente se juntou ao governo do presidente Lula, diferente de certa esquerdinha de araque, pra ajudar com sua experiência e inteligência.
Esse é um homem de respeito.

YvyBrussel disse...

Não consegui ler. Informa vírus e spy. Gostaria de ler.


Abrs

Ronaldo R. Freitas disse...

Mto, legal os dois arquivos. Mto revelador. Dei uma olhada no do Franklin Martins. No do Zézim nem olhei, não quero me aborrecer em dias de domingo.

Vou Ler com mais calma de manhã

Salvei os dois, acho que é leitura obrigatória pra todos. Onde saberíamos, uma historia tão rica e cheia de detalhes como a do Franklin Martins se não fosse a NET?

Valeu veio!
Um abs

Ronaldo

José Paulo Guedes disse...

Li os dois depoimentos.
Serra, como sempre fugiu da raia no primeiro momento. Como agora, na tomada de medidas contra a crise. Sintomatica - do ponto de vista tucano - sua visão de q a reforma agrária é inviável financeiramente e não cabe no Brasil. No Brasil o q se faz é um reassentamento agrário, coisa tipo agricultura familiar, onde se provê a terra, recursos mínimos para q o assentado possa vencer os primeiros anos, uma assistência técnica insipiente, mas se faz.
O q Serra coloca explica a inação de seu governo no Pontal do Paranapanema, onde o governo paulista só vai prá dar cobertura para grileiro retomar a terra. Serra, se ficou no exterior - chamá-lo asilado, segundo seu próprio depoimento é demais - por outros motivos menores q a luta contra a ditadura. Sua postura desde q retornou fala mais q qualquer discurso. O cara é uma fraude.
Já Flanklin Martins tem o q falar. Viveu a repressão e o combate as forças terroristas do Estado. É outro nível.

Jurandir Paulo disse...

Não consegui abrir o documento com o depoimento do Serra, mas li todo o do Franklin. É uma aula de história. Por ele, percebemos o quanto a direita o odeia, vide a recente molecagem de Mainardi querendo envolver seu irmão com corrupção.

Anônimo disse...

É, realmente o Franklin Martins é um grande herói brasileiro, e um dos seus gestos mais herócos, pelo menos ultimamente, foi fazer do seu irmão um dos diretores da poderosa ANP -Agência Nacional de Petróleo.

E este mesmo senhor está envolvido em irregularides referentes ao pagamento de royalties de petróleo da Petrobras a prefeituras no Estado do Rio. As suspeitas de desvio do dinheiro recaem sobre desembolsos que estariam acima dos valores devidos em alguns municípios.

As investigações começaram em 2007, depois de importantes descobertas da Polícia Federal na Operação Águas Profundas, que apurou fraudes em licitações da Petrobras.

Um delegado da cúpula da PF confirmou a existência da investigação na distribuição de royalties a municípios fluminenses que estão em áreas de exploração de petróleo pela Petrobras.

— Os pagamentos são definidos de acordo com a distância dos municípios em relação às plataformas de extração de petróleo. As investigações passam por aí — disse uma das autoridades que acompanham de perto as investigações.

O caso está sendo apurado no inquérito 2.415, com a supervisão da 6aVara da Justiça Federal, no Rio.

O irmão do Franklin estaria envolvido numa negociação para facilitar o pagamento de R$ 1,3 bilhão em royalties para determinado município. A negociação renderia uma comissão de R$ 260 mil à sua empresa Análise Consultoria e Desenvolvimento.

A empresa tem entre os sócios Josenia Bourguignon Seabra, mulher de Victor Martins.

Legal...com heróis desse tipo nós vamos rapidinho chegar ao paraíso............

Bíu disse...

Parece que o anônimo imbecil aí de cima não entendeu o sentido da postagem...Ou entendeu muito bem.

BLOG DE UM SEM-MÍDIA disse...

Tinha que ser um anônimo para falar merda. Esse pessoal da direita é muito covarde, não tem coragem de se identificar. O Franklin Martins merece respeito, arricou sua vida para que os merdinhas da direita possam dizer o que querem.

Anônimo disse...

Caro anônimo, meu irmão tá pegando a tua mulher, o que eu tenho a ver com as aventuras dele?
O problema é teu que é corno!

Jurandir Paulo disse...

O Anônimo lê bem a Veja, e mal a tentativa de repercussão da notícia nos jornais, que suam para tirar leite de pedra na tentativa de respingar algo no ministro da comunicação. Se lesse, entenderia que no tal inquérito não aparece o nome de Victor Martins uma única vez. O que o malandrinho Mainardi fez foi citar um documento paralelo, um dossiê, feito por arapongas a serviço de tucanos, onde Victor é citado como suspeito de irregularidades, como se fosse o inquérito. A mídia, incluindo Mainardi, têm cópia deste documento, mas nunca irão mostrar, a farsa ruiria na hora. Todos saberiam a origem do factóide.

Apenas, Marcia disse...

Realmente há uma diferença visceral entre os dois depoimentos: Frankilin é humano, sensível. Político sim, mas ao falar de sua formação familiar, de como estruturou suas crenças, vemos o equilíbrio de quem sabe quem é. Já o Serra, é um contexto, uma estrutura montada pra criar um mito, alguém que está acima de todos, do bem de mal. Serra não tem alma. Refletindo sobre isto, penso quando o chamam de vampiro, porque eles não tem alma pelo senso comum. E também vampiros são mitos. Vai que vai acabo fazendo uma tese por aqui. Parabéns ao cloaqueiros e não se incomodem com a spessoas que batem ponto pra nos desqualificar a séria e refletida opinião:merecem mais nossa piedade que nossa raiva.

zejustino disse...

Uau! Vejam bem o argumento do tal "anônimo" (característica dos covardes que se escondem e não enfrentam os adversários ou os inimigos face a face). O tal "anônimo" utiliza o argumento covarde dos misóginos. Como não possui argumentos e nem inteligência para a tréplica, o descerebrado ataca a companheira de um cidadão que êle não conhece. Assim, o tal "anônimo" demonstra para todos nós o seu desvio de caráter e comprova a degenerescência dos indivíduos que se alimentam dos troçulhos excretados pela mídia convencional.

Barbaridades como essa do tal "anônimo" são ótimas para servirem de contra-exemplo. Com elas demonstro para muitos a diferença entre os fascistóides falsos moralistas e nós, os "analfabetos" eleitores do "apedeuta".