sexta-feira, 17 de julho de 2009

O PUBLICITÁRIO QUE VIROU SUCO (DE CHORUME)

Em vida, o publicitário paulista Neil Ferreira cobriu-se de merecidas glórias, todas conquistadas pelo seu inegável talento criador. São dele, por exemplo, as antológicas campanhas do "orelhão que pede socorro", para a Telesp, e do Leão do Imposto de Renda. No jargão da propaganda, Neil é - ou foi - "redator". Significa que era ele quem "redigia" os textos e as sinopses dos filmes publicitários que, em seguida, seriam transformados pelos diretores de cinema em peças memoráveis e estatuetas em Cannes. O tempo passou. Neil largou o glamour da propaganda e foi criar galináceos na bucólica e chique Granja Viana, arredores da capital paulista, onde vive. O ostracismo, porém, combinado com o contato diário com as titicas de seus garnisés, fez dele um sujeito amaro e de mal com a vida. Virou, mexeu... e, eis que Neil Ferreira, qual aquela outra famosa ave mitológica, ressurgiu das cinzas, agora como "jornalista". Deu-lhe guarida ninguém menos que o Diário do Comércio, portentosa publicação de anúncios "legais", voltada para a nata do empresariado. A responsabilidade pela gazeta é da Associação Comercial de São Paulo, tradicional feudo pefelento, onde pontificam, entre outros, Guilherme Afif Domingos, Jorge Konder Bornhausen e até o atual prefeito paulistano Gilberto Kassab. Pois, atualmente, o laureado Neil Ferreira assina nada menos que a coluna de Opinião do demojornalóide.
Ali, com invejável elegância, e com a experiência dos anos de estrada que a "redação publicitária" lhe proporcionou, Ferreira pode dar azo ao seu "inconformismo". A propósito: de sua mais recente "criação", publicada ontem, dragamos este imortal excerto:
. "Não podemos esquecer que a capital de Sumpólo, a maior cidade nordestina do mundo, deu Treze Sovas Consecutivas no Cara em eleições majoritárias. Aqui elle não ganha nem torneio de bocha no córintcha, vence levantamento de cálice no boteco da esquina e olhe lá".
. Convidamos você, querida leitora, querido leitor, a ler a íntegra do pensamento deste verdadeiro titã da imprensa paulista. Basta clicar aqui. É bom saber, entretanto, que se você escrever alguma coisa para Neil Ferreira e ele não gostar, a resposta virá por meio de sua advogada, uma certa Juçara Zaramella. Outro dia, um amigo nosso que interpelou o colunista recebeu o seguinte carteiraço eletrônico da causídica: . "Na qualidade de advogada do Sr. Neil Ferreira informo que estou patrocinando a defesa do mesmo, buscando identificar, localizar e adotar as medidas legais cabíveis, objetivando a indenização por danos morais causados por quem utiliza-se da internet para ofender e denegrir a imagem alheia. V. Sa. deveria informar-se para evitar ser, inclusive, processado pela prática de crime contra a honra." . E não é que desse riscado a douta defensora do articulista entende? Veja aqui a encrenca federal em que a distinta rábula se meteu recentemente. Por via das dúvidas, advertimos: o Sr. Ferreira ficará uma arara se for chamado de "imbecil", "idiota" ou "fascistóide". "Não perderá por esperar" aquele que o fizer, promete a bacharela da Lei.

34 comentários:

Anônimo disse...

Rapaz, eu li.
Coisa da pior qualidade. Se ele já foi aquilo tudo em publicidade, algo de terrível aconteceu. Parece um texto de bêbado, com xingamentos próprios de bêbado.
O ápice da idiotice foi quando fez aquelas referências ao nefasto Fernando Henrique - o bem preparado segundo Inglaterra e Rússia. Deve estar mamando bem, nos cofres e nas garrafas.

Anônimo disse...

Mais um zé roela que escreve em jornal que ninguém lê. Pobre diabo...

Anônimo disse...

COMO MEU VELHO PAI DIZIA , COM SEU JEITO MINEIRO MATUTO DE SER :

" QUANDO VEJO MUITO PEIDO É SINAL DE POUCA MERDA "

QUER DIZER QUE NÃO PODEMOS CHAMAR UM IDIOTA DE IDIOTA , NEM UM CRETINO DERROTADO DE CRETINO DERROTADO ?

ENTÃO NÁO IREI CHAMAR UM IMBECIL DE IMBECIL OU UM BASTARDO DE BASTARDO .

MEU NOME É ADILSON SANTOS E SE QUALQER ADVOGADA DE PORTA DE CADEIA QUISER QUALQUER COISA COMIGO , SEM PROBLEMAS TENHO 2 IRMÃO ADVOGADOS , 1 PRIMO DESEMBARGADOR E MINHA IRMÃO MAIS VELHA É PROCURADORA DO ESTADO .

AQUI TEM CAFÉ NO BULE !!

Valdir disse...

Eu poderia dizer que esse texto dele, e outros disponíveis no mesmo sítio, mostram um caráter preconceituoso, golpista (defende o golpe em Honduras), machista, grosseiro (sempre ataca com botox, cirurgia plástica, perua, vagabundo, 51 e similares) e várias coisas mais, mas não direi para não correr risco de processo da inclíta doutora Juçara, nobre causídica que refere-se ao presidente da República como "Delinquente inimputável". Eu, ao contrário do Lula, sou imputável.

Fabricio disse...

"... informo que estou patrocinando a defesa do mesmo, buscando identificar, localizar e adotar as medidas legais cabíveis, objetivando... ".
Ela vai identificar as medidas legais cabíveis? E depois vai localizá-las?
Talvez estudar um pouco de português fosse uma boa idéia.
Ah! Foi só uma sugestão, não me processe...

tata disse...

Essa turma da granja vianna usa educaçãoque tiveram para isso mesmo, querem tratar todos ,que não saõ seus vzinhos, com tratam os seus empregados.boa descoberta, afinal tem gente que está sentindo falta do Mainardi.

marise disse...

O Sr. Neil, publicitário, esqueceu-se de que a ironia é diferente do humor, deve ser sutil para levar a reflexão e deixar sua marca.
Não lembro quem escreveu: ..."A ironia é furtiva e finge brincar com a graça para poder abrir o sorriso da mente"
Aliás, ele deveria ler este Blog.
Aprenderia muito sobre graça, sutileza e elegância.
B.

Anônimo disse...

Bem, chamá-lo de delinquente realmente é um erro infame. Mas de inimputável... oras, qualquer um sabe que a justiça existe justamente para defender a classe a qual o distinto presidente pertence. Com personagens como Gilmar Mendes no STF então, vixe! Basta comparar o caso Daniel Dantas ou o da dona da Daslu com qualquer Zé das Couves que haja roubado um pote de manteiga. Cana braba é só para pobres, meu velho. Qualquer rico é inimputável.

Pinto disse...

Rapaz, me assustei com tanta bile em tão pouco espaço. De resto, tudo acompanha bem o estilo do redator.

Gilson Raslan disse...

O Neil está com gripe suína. A febre já passa dos 40º C e ele deve ser internado urgentemente, pois já está delirando. Coitado do Neil.

Lucimar Justino disse...

O cara "acha" que sabe escrever. Deveria fazer um bom curso de Redação.

Quer dizer que ele pode dizer o que quiser de quem quiser, mas não podem sequer dirigir a palavra a ele?

Pessoal, não estou aguentando. Com licença, vou vomitar!

Até!!!

Lucas Santos disse...

Imperdível!

YEDA - $ó para baixinho$

Anônimo disse...

Suco de Chorume com bosta esse cara.

Jussara Seixas disse...

Olá companheiro

Sobre está matéria,"do Cloaca News
- As tenebrosas transações entre Yeda Crusius e Unibanco para terceirizar a Educação pública"

gostaria de esclarecer uma dúvida. Esse Unibanco não tem como presidente, diretor, o irmão do Jorge Nazi Bornhausen do DEM ?? Ou estou enganada???

Um abração

Jussara Seixas



do Cloaca News
.
- As tenebrosas transações entre Yeda Crusius e Unibanco para terceirizar a Educação pública

Ary disse...

Esse coitado tem trauma pós-parto: Naquela época não havia hospitais. Sua mãe se agachou no mato e pariu o "pequeno ser". O futuro publicitário e jornalista sem futuro, nasceu marrom, em forma de montinho helicoidal,com uns grãos de milho e de feijão grudados no corpicho e envolto em uma fumacinha mal cheirosa (era terrível o inverno paulistano!). Cheirava muito mal, mesmo assim sua mãe, olhando para o suposto pai, exclamou: fede, mas é tua cara! O pai sorriu orgulhoso, ainda que com o nariz tapado. Exclamou então: vai meu filho! Siga teu destino e, ao escrever qualquer coisa, passe o dedo pelo corpo pois "já nascestes com a tinta do jornalismo". Datam daquela época os primeiros sinais de poluição do Tietê - o parto fora à beira rio, e o chorume foi levado pelas águas.

Anônimo disse...

Hoje num to bem, acordei virado no Exu Petinha.

Portanto, vamos por partes, como diria o esquartejador (velha essa, heim?!)

1 - Detesto ser chamado de "qerido leitor". Isso me lembra a demagoga e desgastada Helena do Amigosdo..., pulo essa pois a matéria é boa e sacripanda da vez, Neil Ferreira, cai bem no papel q lhe relegaram: o de espumar e ruminar respostas e textos antí voto.
Coisas q só DEMos e bandidos sabem explicar. E, se o conseguem, o fazem a sí mesmos, pois ninguem mais lhes dá ouvidos, menos ainda votos.

2 - Neil Ferreira foi mesmo 1 bom fazedor de comerciais e vendeu gatos por lebres, como todos q tentam vender Coca Cola ou cigarros, ou mesmo tucanos, como coisas honestas e boas pros seres humanos.
Ele é como os Caetucanos e os Arnaldos Jabás da vida: vivem do passado, escrevem/falamcantam prá qem já nao mais decide, e acham q fazem opiniao pública.

Doce ilusao q os decadentes escolhem prá se esconderem, pois se nunca foram leoes/leoas, hoje nao passam de ratinhos fedorentos e desdentados.

3 - A tal d. Zaramella bem q poderia me processar, ou tentar. Adoraria ver essa garota-modelo da DASLU, antro de pilantras e corruptos, tentando por suaas patas sujas no meu caminho.

Difícil? Nem tanto. Mas fica aqí meu arrogante ataqe a essa advogada metida a besta q, no delírio de "defender" seu cliente, bebe do chorume q alimenta os nazi-fascistas: intimida, fingindo ter poder - acima do bem e do mal.

Essa é daqelas q, por qlqr saqinho de doletas, defende até Daniel Mendes, Fernandinho Beira Mar, Yeda Cruzius Credo ....

Inté,
Murilo

Ary disse...

Murilo, tem uma mais nova: "vamos por partes, como diria um bom amante". Invenção minha, modéstia "em partes".

Stella disse...

Seu Cloaca, não consegui ler o texto do publiciOTARIO; vomitei no meio e tive que parar. Se a advogada do diabo resolver me processar tofu; não tenho um tostão pra defesa... hehehe

Anônimo disse...

KkKkKKkkkkk ...

Ótima e bem bolada Ari e, se vc me permite, vou passar a usar de agora em diante, sempre citando seu nome como autor.

Gostei.

Inté,
Murilo

Paulo disse...

Bom comentário Murilo!

Stella, não sei se posso questionar a boa índole do inexorável publicitário, mas tive impressão de um texto com muito preconceito nas entrelinhas. Claro que não li tudo, pois me faltou estômago. Mas também não teria dinheiro pra defesa.

Li, com vontade e curiosidade, a encrenca que a bacharel se meteu, um problemão, hein?!
Mas é isso, quem fala o que quer, tem que dar explicações.
Fui procurar o currículo da laboriosa advogada, mas não encontrei no Lattes, só encontrei nesta rede social:

http://www.plaxo.com/directory/profile/210453911603/c86790cb/Ju%C3%A7ara/Zaramella

Se essa for mesmo a senhora em questão.

Um abraço,

rusi ribas disse...

Porquê todo o mau humorista, aquele que ninguém acha graça, tem como subterfúgio o emprego do português rastaquera para tentar ser engraçadinho? Eu postei essa pergunta em forma de comentário no referido blog, será que serei processado?

Anônimo disse...

Paulo,

Nao podemos levar essa canalha entreguista a sério, temos mais é q peidar na farofa ... deles!

E qto á d. Zaramella ás suas lorotas:

- menas dona Zaranella, menas ... ou senhora acaba tendo 1 POBREMAO.

Inté,
Murilo

Peroratio disse...

Cara, mas tu é bão, heim...

José Eduardo R. de Camargo disse...

Ou esse sujeito está senil ou é um idiota mesmo. Escreve horrorozamente com arroubos (ou roubos?) falsamente rosianos (Guimarães Rosa não merece!). Dá-lhe Prozac e Lexotan!

Anônimo disse...

J. Eduardo R de Camargo.

A qem vc se refere qdo diz "Ou esse sujeito está senil ou é um idiota mesmo. ???

Se for a mim, concordo, nao tenho mesmo talento prá ser 1 G. Rosa (honrado me sinto c/ a referencia).

Se nao, ok. Vida q segue, até por q, nao sou do tipo q faz "figura ou cria caricaturas".

Os q me conhecem e até por aqí, sabem o q sou e como sou.

Inté.
Murilo

trombeta disse...

Tira o tubo!

Anônimo disse...

Será que vou ser processado se disser, que da turma deste jornal, prefiro o filósofo-astrólogo, que me faz rir com suas teorias de conspiração? O texto do Sr. Ferreira tenta fazer humor o tempo todo - e não tem graça nenhuma, parece coisa de uma criança birrenta arremedando os colegas e botando a língua para fora no recreio... triste

marise disse...

Ah, Murilo!!!

Seus comentários são um causo a parte!
Te amo!!
Abçs.

Ary disse...

Prezado Murilo: fique à vontade. Nem precisa citar a fonte. Pois "peguei na inspiração". Sendo assim, alguém pensou isso também. Deve ser do inconsciente coletivo de nós, homens (hehehe).

Ludmila disse...

É o Mainardi fazendo escola.

Flavia disse...

Pois é. Não acha que devia ter mídia alternativa de direito? (não de direita, de direito). Pois os Mainardis e granja-vianas da vida tem lugar, e os Cloacas e Nassifs, os Unganettis e toda a torcida do Coríntians, do São Paulo e do Grêmio juntas não têm lugar algum ao sol.

Carlos Marques disse...

o filósofo atrólogo também comete textos nesse jornal??? Mas é um veículo de comunicação incrível, não há como negar!

Anônimo disse...

Carlos Marques: escreve sim, veja só este link:

http://www.olavodecarvalho.org/semana/090717dc.html

No mais, é como dizia a Emília do Lobato: rir, rir, rir...

comfelelimao disse...

Neil Ferreira me mandou emails tão chulos quanto o artigo. Se interessar a vocês, podem ver o teor em

http://comfelelimao.wordpress.com/2009/07/21/2010-promete/