sábado, 15 de agosto de 2009

A HISTÓRIA QUE HERÓDOTO APAGOU

.
Rebatizado no Budismo como Gento Ryotetsu, na condição de monge leigo, o paulistano Heródoto Barbeiro, de 63 anos, é o que podemos chamar de um homem hiperativo multimídia. Há 16 anos comandando o Jornal da CBN, emissora do Sistema Globo de Rádio, da qual é Gerente de Jornalismo, Barbeiro é também o apresentador do programa Roda Viva, na TV Cultura, canal tucano de São Paulo. Formado em História, Direito e Jornalismo, Barbeiro já fez muita coisa na vida antes de se tornar famoso. Uma de que se orgulha é ter sido professor de madureza ginasial, em priscas eras, e de cursinho pré-vestibular. Curiosamente, seu nome original de batismo homenageia o grego homônimo, nascido em Halicarnasso, 484 anos antes de Cristo, considerado o "Pai da História". Escritor, articulista em jornais, revistas e internet, conferencista e até ativista ambiental, a biografia de Heródoto Barbeiro na Wikipédia diz ainda que ele foi, "durante muitos anos, simpatizante do Partido dos Trabalhadores (PT)". Existe, porém, algo em seu laureado curriculum vitae que ele não costuma rememorar publicamente: sua ligação com o partido que deu sustentação política à ditadura militar instalada no Brasil, nos anos 60. Nas eleições de 1974, Heródoto Barbeiro, ostentando o número 143, foi candidato a deputado federal pela ARENA - Aliança Renovadora Nacional, fazendo dobradinha com seu ex-colega de cursinho Paulo Kobayashi, falecido em abril de 2005. Conhecido como Professor Koba, é ele quem aparece na foto abaixo, posando diante do outdoor da campanha eleitoral. "Faça seu professor deputado", ordenava o slogan da dupla.
.
.
A informação - e a foto histórica que Barbeiro quer esquecer - podem ser encontradas no fascículo 11 da coleção "A ditadura militar no Brasil: a história em cima dos fatos", publicada pela revista Caros Amigos.

25 comentários:

Mamita Phia disse...

ihh ih ih
Lóvi-lhu:-)

Anônimo disse...

E é por essas e por outras que NÃO podemos falar ou criticar nenhuma religião ou seita - TODAS POSSUEM SEUS CANALHAS.

Anônimo disse...

Cada um de nós, na vida, somos o que somos e nossas circunstâncias. O Heródoto tem se mostrado um sujeito equilibrado e bastante sensato. Pior, na minha opinião, se tivesse trilhado o caminho inverso, como tantos. Enfim, não estamos neste mundo para corresponder às expectativas dos que nos cercam.
Antoine.

Anônimo disse...

Não, anônimo. É por essas e outras que devemos criticar TODAS as religiões e seitas.

Eduardo disse...

Muita gente boa esteve ligado à ditadura, militou na ARENA.
Ocorre que existe uma capilaridade das ligações entre as pessoas, a pessoa que é vereador em Viamão por um partido conservador pode não compartilhar os credos políticos de quem comanda a política conservadora no Piratini.
O que quero dizer é que se representarmos as ligações das pessoas entre si como um grafo, determinadas propriedades demonstradas por um grupo delas reunida em uma ilha (digamos que a ilha represente o Palácio do Planalto ou Palácio Bandeirantes no tempo de Geisel) não se espalham pelo grafo pelos demais membros do mesmo partido.
Ou seja: os vícios e virtudes de uma agremiação nacional que se salientam na ilha "Palácio Piratini" quando a Yeda e o Mendes mandam baixar o cacete no MST não se difundem de pela rede como uma propriedade transitiva em uma algebra tradicional.
Dessa forma, estando longe desses centros conservadores, é necessário reavaliar nosso julgamento a partir não apenas das cores partidárias e do modo de proceder do comportamento dos correligionários do cidadão que se encontram na ilha maior e fazem o mal (yeda lá no piratini).
Por exemplo, o Paiani, apesar de tucano, não comparte dessas práticas safadas e rasteiras travestidas de modernidade empresarial tão ao gosto do Piratini e da FIERGS.
Do mesmo modo, Heródoto Barbeiro merece ser avaliado pelo conjunto da obra, não é uma passagem pela ARENA que vai ser definidora do seu caráter.
Emfim, tudo isso para dizer que se o camarada é correto, não é corrupto, baixo, vil, asqueroso, já é um bom começo.
No fim as alianças práticas definidoras dos tratados da sociedade tem de se dar entre indivíduos que rejeitam as práticas tidas como incorretas na sua época.
Se esse indivíduos se apequenarem, os demais prevalecem e chegamos àquilo que hoje conhecemos.
As crenças ideológicas (neoliberalismo, comunismo) ficam mesmo em segundo plano, são falácias que a complexidade do mundo prático dissolve.

Eduardo disse...

Muita gente boa esteve ligado à ditadura, militou na ARENA.
Ocorre que existe uma capilaridade das ligações entre as pessoas, a pessoa que é vereador em Viamão por um partido conservador pode não compartilhar os credos políticos de quem comanda a política conservadora no Piratini.
O que quero dizer é que se representarmos as ligações das pessoas entre si como um grafo, determinadas propriedades demonstradas por um grupo delas reunida em uma ilha (digamos que a ilha represente o Palácio do Planalto ou Palácio Bandeirantes no tempo de Geisel) não se espalham pelo grafo pelos demais membros do mesmo partido.
Ou seja: os vícios e virtudes de uma agremiação nacional que se salientam na ilha "Palácio Piratini" quando a Yeda e o Mendes mandam baixar o cacete no MST não se difundem de pela rede como uma propriedade transitiva em uma algebra tradicional.
Dessa forma, estando longe desses centros conservadores, é necessário reavaliar nosso julgamento a partir não apenas das cores partidárias e do modo de proceder do comportamento dos correligionários do cidadão que se encontram na ilha maior e fazem o mal (yeda lá no piratini).
Por exemplo, o Paiani, apesar de tucano, não comparte dessas práticas safadas e rasteiras travestidas de modernidade empresarial tão ao gosto do Piratini e da FIERGS.
Do mesmo modo, Heródoto Barbeiro merece ser avaliado pelo conjunto da obra, não é uma passagem pela ARENA que vai ser definidora do seu caráter.
Emfim, tudo isso para dizer que se o camarada é correto, não é corrupto, baixo, vil, asqueroso, já é um bom começo.
No fim as alianças práticas definidoras dos tratados da sociedade tem de se dar entre indivíduos que rejeitam as práticas tidas como incorretas na sua época.
Se esse indivíduos se apequenarem, os demais prevalecem e chegamos àquilo que hoje conhecemos.
As crenças ideológicas (neoliberalismo, comunismo) ficam mesmo em segundo plano, são falácias que a complexidade do mundo prático dissolve.

André Lux disse...

Bem lembrado. Mais um hipócrita e falso moralista tucano é desmascarado.

Kalango Bakunin disse...

porisso sou contra a pena de morte
acho que toda pessoa pode evoluir e melhorar

embora existam pessoas que vão no caminho contrário, problema de um tal de simon, serralstom, robertofreire, fhc, cristovamtraira

naquele tempo haviam dois partidos fajutos para colocar máscara de virginal democracia na cara do gorila

heródoto não é tão pulha como sardenberg, miriamsuina, alikamelo, claudiohumberto

ele um dia pode até voltar a ser um direitista ou esquerdista honestamente brasileiro

Anônimo disse...

Uai só eu sempre achando que o sugeito tinha sido da ALN...........viche é outro mentiroso que nem o gabeira.

Anônimo disse...

aponte um cidadão que não deseje esquecer algo de sua trajetória e eu te direi, é mentira
voce sabe quantos anos de estudo, treino, abnegação, oração e recolhimento é necessário p/ tornar-se monge leigo?
perdeu uma boa oportunidade de calar-se.

Cloaca News disse...

Prezado Anônimo das 22:06h: não está em questão a opção religiosa ou espiritual do personagem.
No que nos diz respeito, não perdemos oportunidade alguma. Aliás, diríamos que você aproveitou muito bem a sua oportunidade.

Anônimo disse...

Se Heródoto teve alguma simpatia pelo PT, ela se foi faz muuuuito tempo.

Anônimo disse...

FÁCIL É JULGAR UMA PESSOA POR UM ATO DE SUA VIDA. CREIO QUE HERÓDOTO PROVOU DEPOIS DE 30 ANOS QUE NÃO ISTO FOI UM ERRO E QUE NÃO SE DESVIOU DO BOM JORNALISMO. ALÍAS TENHO VISTO ESTA MESMA NOTÍCIA, IPSIS LITTERIS, EM OUTROS BLOGS. MELHOR ARRUMAR OUTRA NOTICIA POIS ESTA PARECENDO PERSEGUIÇÃO E NÃO ESTAMOS MAIS NA DITADURA. O CALO DO SUJEITO QUE ESCREVEU DEVE TER SIDO PISADO....,,,

Anônimo disse...

Se, as pessoas que levantaram esta matéria, conhecessem a doçura e generosidade deste homem chamado Heródoto Barbeiro com certeza, não o teriam mirado.

wilson yoshio disse...

caro Cloaca, o profº Heródoto é um dos poucos a se salvarem na tv cultucana.tenho lido vários ataques ao profº, com poucos a defendê lo. Só um dado basta como referência do seu caráter: nunca foi apoiado pelo Gênio DI cursinhos sem objetivo, como tantos outros profºem campanhas recentes, inclusive esse japa da foto, que hoje virou fundação com o mesmo nome, amparado pelas benesses dos correligionários tucanos.
a única coisa a se condenar no Heródoto é a cor da sua tintura capilar, o excesso de botox, a sua ironia fina exagerada que gera esses ataques, gratuitos acho, dos partidários de todos bandeiras. agora aguentar SarDEMBerg(tucano e demo até na grafia)Súcia Hipócrita,Mira in leilão ou a esfinge do projac, a que obscurece a globalidade em órbita, Bornaldo Jápornô( afastado para filmar) na rádio que toca desdita, junto com o gaudério Milton Yung, filho....é ouvir e tascar um gole de grapa para contrabalançar o veneno ouvido. mas palavra de blogueiro, esse eu conheci pessoalmente por muito tempo, não é dos venais da mídiavil.( eu era pessoa jurídica, não blogueira. muita dados não posso postar em defesa do profºsem seu consentimento) abs.

Cloaca News disse...

Caro Wilson Yoshio: não fizemos "ataque" algum, tampouco acusações. Se houver algo a ser reparado na postagem, por favor, aponte o trecho em que há erro, "injustiça" ou mesmo desrespeito.

wilson yoshio disse...

gomen(perdão), caro Cloaca, falei no genérico, nos blogs, de comentaristas protegidos pelo anonimato.abs.ps.teu meru(email) dá mensagem de erro.confira.

marise disse...

Sr. Cloaca!

Sua "mira" está descalibrada!

Ele é admirado e respeitado não somente por seu trabalho mas também, pela prática do ASTINGIKA-MARGA...que lhe dá profundidade e luz!

Abraços fraternos!

Adir disse...

O cabra é admirado e respeitado por quem?!o cabra só sabe fazer gracinha em seus comentários, não tem nenhuma opinião sobre nada... e por aí vai!!!

carlos disse...

grande cloaca,

pelos comentários dos anonimos e por outros que não entenderam o post, só posso dizer o seguinte: chapéu de otário é marreta, cumpadi!

o budista é bonzinho e simpático, quando na verdade abraça com delicadeza messiânica a grande mídia de uma determinada família das cinco proprietárias no país.

meta o cacete, cloaca, eles merecem. eu acho é pouco e quero mais.

abçs

Fernando disse...

Sensacional a barbeiragem do Heródoto, que estava na contramão da história. Aliás, continua na contramão. O mundo é mesmo uma Roda Viva (sic)!

O que ensinava o Heródoto aos seus alunos do cursinho Madureza? O Médici era bonzinho? Serra e FHC eram perigosos comunistas? Quantos votos será que ele teve?

Anônimo disse...

Uai, que atravessou o caminho do Sr. Heródoto sabe. ele é o que mandam pra ele levar a melhor. Acreditem. Budista, de bem com a vida sou eu

Anônimo disse...

Então o cara foi candidato... e daí? "Curiosamente, seu nome original de batismo homenageia o grego homônimo". E daí? O que tem de curioso nisso? Ele é monge leigo agora? E DAÍ? Só o Reinaldo Azevedo pra escrever mais bobagem do que esse post!

Anônimo disse...

Espera um pouco, gente! Quer dizer que agora os "blogueiros progressistas" vãos escarafunchar a vida pregressa das pessoas e, de acordo com a cor dela na ocasião, publicarão um julgamento baseado nos olhos de vocês?!?!?!

Guilherme Korte disse...

Candidato é candidato. Tem vaga concorre, não tem não disputa. O principal é defender a melhora da qualidade de vida do povo. Muitos do MDB se venderam, e quando puderam roubaram tudo o que podiam e ainda hoje temos favelas em São Paulo. O HB defende a melhora da qualidade de vida do brasileiro. Se pesquisar a vida do autor, descobre-se cada uma de desentortar o rabo da leitoa.