quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

EDITORIAL DE JORNALÃO CARIOCA PODE DAR TRÊS ANOS DE CADEIA PARA FAMIGLIA MARINHO

Para satanizar o Governo Lula, pandilha de O Globo mente, inventa e enxovalha a instituição do Jornalismo .
.
O artigo 299 do Código Penal Brasileiro, que tipifica o crime de falsidade ideológica, é muito claro: "Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante". . Em sua edição de ontem, 5 de janeiro, o jornal O Globo, principal braço impresso da maior corporação mafiomidiática brasileira, publicou, à guisa de Editorial, artigo intitulado "Ponto nevrálgico", repleto de ilações baseadas na entrevista que o Ministro Joaquim Barbosa, do STF, concedeu ao mesmo jornal na edição do último dia 3. O afamado barrigueiro e tocador-de-jazz Ricardo Delgado, como sói, reproduziu o troçulho em seu afamado blog. Primeiro, leia a entrevista:
.
O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), há dois anos ganhou notoriedade por relatar o processo do mensalão do PT e do governo Lula. Em 2009, convenceu os colegas a abrir processo contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) para apurar se ele teve participação no mensalão do PSDB mineiro. Em entrevista ao GLOBO, Joaquim não quis comentar o mensalão do DEM, que estourou recentemente no governo de José Roberto Arruda, do Distrito Federal. Mas deixou clara sua descrença na política e sua dificuldade para escolher bons candidatos quando vai votar. E o ministro, de 55 anos, não poupou nem os tribunais: “O Judiciário tem uma parcela grande de responsabilidade pelo aumento das práticas de corrupção em nosso país”.
Por que aparecem a cada dia mais escândalos envolvendo políticos? A corrupção aumentou ou as investigações estão mais eficientes?
JOAQUIM BARBOSA: Há sim mais investigação, mais transparência na revelação dos atos de corrupção.Hoje é muito difícil que atos de corrupção permaneçam escondidos.
O senhor é descrente da política?
JOAQUIM: Tal como é praticada no Brasil, sim. Porque a impunidade é hoje problema crucial do país. A impunidade no Brasil é planejada, é deliberada.As instituições concebidas para combatê-la são organizadas de forma que elas sejam impotentes, incapazes na prática de ter uma ação eficaz.
A quais instituições o senhor se refere?
JOAQUIM: Falo especialmente dos órgãos cuja ação seria mais competente em termos de combate à corrupção, especialmente do Judiciário. A Polícia e o Ministério Público, não obstante as suas manifestas deficiências e os seus erros e defeitos pontuais, cumprem razoavelmente o seu papel. Porém, o Poder Judiciário tem uma parcela grande de responsabilidade pelo aumento das práticas de corrupção em nosso país. A generalizada sensação de impunidade verificada hoje no Brasil decorre em grande parte de fatores estruturais, mas é também reforçada pela atuação do Poder Judiciário, das suas práticas arcaicas, das suas interpretações lenientes e muitas vezes cúmplices para com os atos de corrupção e, sobretudo, com a sua falta de transparência no processo de tomada de decisões.Para ser minimamente eficaz, o Poder Judiciário brasileiro precisaria ser reinventado.
Qual a opinião do senhor sobre os movimentos sociais no Brasil?
JOAQUIM: Temos um problema cultural sério: a passividade com que a sociedade assiste a práticas chocantes de corrupção. Há tendência a carnavalizar e banalizar práticas que deveriam provocar reação furiosa na população.Infelizmente, no Brasil, às vezes, assistimos à trivialização dessas práticas através de brincadeiras, chacotas, piadas. Tudo isso vem confortar a situação dos corruptos. Basta comparar a reação da sociedade brasileira em relação a certas práticas políticas com a reação em outros países da America Latina. É muito diferente.
Como deviam protestar?
JOAQUIM: Elas deviam externar mais sua indignação.
É comum vermos protestos de estudantes diante de escândalos.
JOAQUIM: O papel dos estudantes é muito importante. Mas, paradoxalmente, quando essa indignação vem apenas de estudantes, há uma tendência generalizada de minimizar a importância dessas manifestações.
A elite pensante do país deveria se engajar mais?
JOAQUIM: Sim. Ela deveria abandonar a clivagem ideológica e partidária que guia suas manifestações.
O próximo ano é de eleições. Que conselho daria ao eleitor?
JOAQUIM: Que pense bem, que examine o currículo, o passado, as ações das pessoas em quem vão votar.
Quando o senhor vota, sente dificuldade de escolher candidatos?
JOAQUIM: Em alguns casos, tenho dificuldade. Sou eleitor no Rio de Janeiro.Para deputado federal, não tenho dificuldade, voto há muito tempo no mesmo candidato. Para governador, para prefeito, me sinto às vezes numa saia justa. O leque dos candidatos que se apresenta não preenche os requisitos necessários, na minha opinião. Não raro isso me acontece. Não falo sobre a eleição do ano que vem, porque ainda não conheço os candidatos.
.
Agora, leia o funesto Editorial d'O Globo:
.
Um dos ministros indicados para o Supremo Tribunal Federal (STF) pelo presidente Lula, Joaquim Barbosa ganhou autoridade ao relatar de maneira cortante, fria, técnica, o caso do mensalão, com a abertura de processos contra estrelas do PT. Mais tarde, coerente, repetiu a dose com o senador tucano Eduardo Azeredo (MG), financiado em campanha pela mesma engenharia financeira ilegal de que se valeriam petistas no governo Lula. É com a experiência de atuar nesses casos que Barbosa, em entrevista publicada no GLOBO de domingo, declarou ser a atuação do Poder Judiciário uma das causas do aumento dos casos de corrupção, estimulada pela impunidade. Com “práticas arcaicas”, “interpretações lenientes” e “falta de transparência” no processo decisório, entende o ministro, a Justiça tem culpa nesse cartório. Pode-se acrescentar a leniência de certas legislações, como a eleitoral, uma enorme porta escancarada para donos de vergonhosos prontuários criminais entrarem na vida pública em busca de imunidades. Na entrevista, Joaquim Barbosa tratou, ainda, da “passividade com que a sociedade assiste a práticas chocantes de corrupção”. Colocou o dedo em um ponto nevrálgico da atual conjuntura política: como o governo Lula abriu os cofres do Tesouro para cooptar de vez sindicatos — aliados antigos — e organizações da sociedade civil tradicionalmente ativas na fiscalização do poder público, caso da UNE. Porque todos, ou quase todos, se converteram em correias de transmissão do lulismo, paira grande e conivente silêncio no meio sindical, em organizações ditas sociais e adjacências diante de aberrações no manejo do dinheiro público e de cenas de fisiologia explícita. No mensalão do DEM, em Brasília, houve manifestações — mas porque era o DEM. No mensalão petista, silêncio quase absoluto. Até mesmo alguns “intelectuais orgânicos” criaram a figura da “imprensa golpista”, uma forma de culpar o mensageiro pelo teor da notícia, e assim tentar encobrir a responsabilidade dos mensaleiros petistas — manobra rejeitada pela Procuradoria Geral da República e pelo STF, onde Joaquim Barbosa conseguiu apoio para seu relatório. O ministro concorda que a intelectualidade — em grande parte, devido a razões ideológicas, cooptada para erguer esta cortina de proteção ao lulismo — deveria abandonar a “clivagem partidária” e se manifestar contra a corrupção. Tem óbvia razão.
.
Você que nos lê, por favor, aponte: em que trecho da entrevista o Ministro Joaquim Barbosa diz que "o governo Lula abriu os cofres do Tesouro para cooptar de vez sindicatos"? Em que parte da entrevista Joaquim Barbosa declara que organizações da sociedade civil "se converteram em correias de transmissão do lulismo"?
Em qual parágrafo da entrevista o magistrado afirma que "a intelectualidade" foi "cooptada para erguer esta cortina de proteção ao lulismo"?
Quantas vezes Joaquim Barbosa enunciou o nome do Presidente Lula e o substantivo "lulismo" em sua fala ao jornalão carioca? A pena para os incursos no artigo 299 do Código Penal é : reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa, se o documento é particular. Se houvesse penas, também, para os casos de lesa-jornalismo, lesa-verdade e lesa-inteligência, certamente os proprietários-editorialistas da corporação platinada pegariam prisão perpétua. Sem direito a sursis.

25 comentários:

Anônimo disse...

A Globo já foi criada na ilegalidade,sua história nua e crua só orgulha um tipo tupiniquim de mafioso muito comum em nossas elites.
Por coisa muito semelhante Chavez detonou calhordas globais na Venezuela, mas eu acredito no PT e em especial no Lula, não vamos cometer o mesmo erro aqui!
Não podemos martirizar calhordas!
A Globo vai se enredar nos vícios de sua própria formação e atitude empressarial, vai acabar totalmente desacreditada na medida em que desesperada cometer crimes como o apontado neste post.
É preciso que a Globo na mão dos Marinho se autodestrua bem na frente do povo que foi expoliado por vias transversas de mil maneiras por uma organização que do alto de sua petulância, ousou se apoderar do discernimento dos brasileiros crentes.
Várias organizações semelhantes,aparentemente invencíveis como a velha máfia siciliana, acabaram humilhadas e desacreditadas. O mal não perdura para sempre!

Anônimo disse...

Fui lá no site do Noblat e perguntei a ele se era de propósito (na charge onde aparece Lula na praia enquanto Angra se ferra). Vai que deram uma dura nele e para se vingar, quer ver os patrões na cadeia. Hilário. Também sitei o cloaca com fonte da informação.

Reinaldo disse...

Se o governo Lula não abri o processo contra a Globo, os movimentos sociais citados no editorial podem faze-lo.

Luis disse...

Na verdade a adulteração é do Kamel. Os Marinho não sabem nem escrever, só dizem amém.Abs.

Giovani de Morais e Silva disse...

Mais um que sofre de TOCAL(*) - Transtorno Obsessivo Compulsivo Anti Lula.

(*) Criação do Blog do Briguilino

É Preciso Dizer disse...

Que comparação hen, Sr. Cloaca. Isso é jornalismo atencioso e detalhista. Problema é que, cadeia pra esse bando, só se for noutro planeta. Bom seria mesmo, se o Dr. Joaquim Barbosa tomasse a frente do crime cometido pela organização.

Anônimo disse...

Depois me diga. Não é para rir? Como sempre repete Paulo Henrique Amorim. A inveja é boa porque corrói o invejoso por dentro. O PIG está tão desmoralizado que seus editoriais só produzem efeito contrário. Chegou a um ponto que se eles falarem a verdade, ninguém acredita.
Abençoada internet e seus cloacas.
Mas em 2010 eles cortam os pulsos, porque o espetáculo do crescimento será inequívoco.

Rogério disse...

Sem comentários.

Documentário - Além do Cidadão Kane
O documentário mostra como Roberto Marinho construiu o império das organizações globo, como pode corromper e manipular...
http://baixandonafaixa.blogspot.com/2009/12/documentario-alem-do-cidadao-kane.html

Paulo disse...

Se não fossem os blogs como este Cloaca News, estaríamos perdidos!

DANIEL disse...

Parabéns CLOACA !! FALOU !!!! ÊLES ESTÃO NAS TREVAS !!!

Andre Ibiapina - sotreH disse...

Ele só é críticado por que mete a cara. A maioria da imprensa que pensa que sabe de política é assim, fala mal até de quem deveria se elogiar por fazer o que faz.

Anônimo disse...

Para amaioria que leu o editorial,fica bem claro que o Min.Joaquim Barbosa "condenou" o Lulismo,o Petismo e os movimentos sociais.Caso contrário ele que se manifeste.

beatrice disse...

Os Marinho seguem incólumes porque eles tem o
cartão DANTAS DIAMOND,
lançado no site
http://www.paulohenriqueamorim.com.br/?p=25160

Marcus Benedictus disse...

Cloaca,


As redações de hoje, na maioria de nossos jornais de peso, são reflexos dos interesses dos senhores de engenho, dos barões do café que povoam a propriedade de redes de comunicação e de jornais regionais.
Lamento apenas pelos colegas se aviltarem em seus principios para sobreviverem dentro de uma sordida e podre tentativa de formar opinião. Mas, o povo evoluiu, as pessoas estão mais espertas, cultas, e aos poucos, essas criaturas abominaveis da imprensa virarão mumias ou mudarao de postura.
Aguardemos este apocalipitco final, com paciencia,e opperseverança.

Stella disse...

Sr. Cloaca! Fico mortinha de curiosidade para saber sua verdadeira identidade; para mim, o sr. é algo assim como um Super-herói: estraçalha com a canalhada/bandidagem sem perder a classe!

Cloaca News disse...

Menos, cara Stella, menos!!! De qualquer forma, obrigado pelo panegírico.

Anônimo disse...

Por ter transcrito em seu blog o teratológico editorial de O Globo, o peseudo jornalista Noblat, foi merecidamente achovalhado no blog do Nassif.
Como o cães do PIG tem o costume de ler os blogs sérios, Noblat é mais ousado, pois tem a petulância de entrar no blog do Nassif para justificar o injustificável, dizendo que não havia lido o teratológico editorial e, por conseguinte, não avalizou ou endossou a M...escrito pelo Globo.

Stella disse...

Ai Sr. Cloaca! Assim o Sr. acaba comigo! Tive que ir ao léxico para compreender sua resposta! Abrs!

Alceu disse...

Muito boa a transcrição da entrevista do Ministro Joaquim Barbosa. Não tenho nada a favor nem contra a Globo. Acho até muito condescendente com as patifarias cometidas pelo governo lula, como o mensalão por exemplo. Estou achando é muito protecionismo do site para o baixo sindicalismo. A Globo deixa muito a desejar quando não toca na ferida dos que amam o tipo de política praticada pelo PT. Por exemplo, como o Ministro citou: deveriam atentar para o currículo do candidato (a) a Presidente. Qual a diferença entre corrupto e terrorista? Corrupto e assaltante de banco? Corrupto e seguidor de movimentos assassinos? Pois é. Estes assuntos não devem ser tocados, para não ferir o baixo sindicalismo, a crasse ingnorante, etc. etc.

Luís Carlos P. Prudente disse...

Seo Cloaca, parece que estes dois vis indivíduos retratados e fotografados acima estão na campanha de censurar e retirar o termo PIG do wilkipédia!

Por que será?

zejustino disse...

O Caixa 2 do senador tucano Azeredo foi alimentado com recursos públicos. O pessoal do PT envolvido naquela baboseira denominada "mensalão" pegou EMPRESTADO dinheiro com o Marcos Valério. Não havia recursos públicos. A "engenharia financeira" citada no naquele vaso sanitário de botequim denominado "O Globo" é para tentar igualar um partido ao outro. Essa tentativa de colocar o PT no saco de troçulhos (créditos para o Cloaca) que pariu o PSDB e outros é uma forma de desmoraliza-lo e levar a descrença ao povo brasileiro.

Os hipócritas, falsos moralistas, falsificadores e ladrões de terrenos públicos da Globo costumam arrotar seu discurso anti-políticos para a platéia na tentativa de levar o máximo possível de cidadãos para o nihilismo(*), para o desânimo e para a alienação. Essa é a forma que serviçais de ditaduras e de des-governos fascistas utilizam para a dominação absoluta do povo. Ao se revoltar contra todos os politicos, e a política propriamente dita, os cidadãos deixam à tal "elite" (de merda ou não) o poder sobre eles. Os representantes dessa tal "elite" se aproveitam do caos, da desorganização social e política de base, para assumirem - ou aparelharem - as instancias do poder.

A Rede Globo, A FSP e outros esgotos midiaticos corporativos agem como inimigos da democracia. É muita conversa fiada esse discurso de que contribuem para ela. Ao contrário, contribuem para sua destruição e a implantação de ditaduras ou plutocracias disfarçadas.

(*) Nihilismo (http://www2.fcsh.unl.pt/edtl/verbetes/N/nihilismo.htm)

"No ponto de vista político e cultural, a tonalidade de teor nihilista reaparece no pós guerra sob a forma de pura negatividade em relação à realidade instituída de que À Espera de Godot (1952) de Samuel Beckett é um bom exemplo literário. Esta negatividade vista como moderna e, por essa razão, percebida por alguns como inevitável também tem vindo progressivamente a esbater se, não tanto porque a sociedade tenha encontrado uma positividade nova mas porque o nihilismo se tornou uma rotina configuradora de imobilismo. O momento presente, neste final de século, parece perceber que a modernidade tardia e radicalizada pressupõe um modelo social e cultural, que funciona de um modo autónomo. Trata-se do paradigma democrático liberal, que tem vindo a generalizar-se por todo o mundo. Visto que a sociedade não vê para além deste modelo instituído, estamos confinados ao “espaço de experiência” destituído do “horizonte de expectativa” presente no início da modernidade. Analisada de um modo mais positivo, a homogeneização seria um privilégio de cada um numa sociedade desenvolvida em que os seus membros já não têm que se preocupar com as questões políticas (em última análise, de sobrevivência pessoal) visto que alguém (os políticos profissionais) se encarrega desses aspectos por eles."

Anônimo disse...

Alceu,
É justmente a "crasse ingnorante" à qual você pertence, a responsável por tornar nosso país em subdesenvolvido. Informe-se primeiro, antes de escrever asneiras. O verdadeiro mensalão foi criado por um senador tucano mineiro(de fala mansa), que se faz passar por santo, mas que de santo não tem nada, chamado eduardo azeredo, que assaltou Minas Gerais em 100 milhões de reais e que tem como discípulo fiel um demoníaco, chamado zé panetone, que age no DF, e uma cleptogovernadora, que age no RS. Sem falar nos demais demos-tucanos, cassados por corrupção. Esses, sim, os verdadeiros "assaltantes da nação". Quanto ao currículo do candidato, prefiro um torneiro- mecânico, reconhecido internacionalmente como a "personalidade do ano", pelos serviços prestados ao Brasil e aos brasileiros, do que um "professor da Sorbone" que vendeu o país (a preço de bananas) às multinacionais estrangeiras.

Vera de Oliveira disse...

Cloaca,
Âlguns termos empregados por eles nos fazem supor que leem os blogueiros independentes, como você, PHA, Nassif, Azenha etc.: "intelectuais orgânicos" (o que será isso?) criaram a figura da "imprensa golpista" (ou seja, o PiG). Não é espetacular?

Baixando na Faixa disse...

Documentário - Além do Cidadão Kane
O documentário mostra como Roberto Marinho construiu o império das organizações globo, como pode corromper e manipular...
http://baixandonafaixa.blogspot.com/2009/12/documentario-alem-do-cidadao-kane.html


A História Secreta da Rede Globo
http://baixandonafaixa.blogspot.com/2009/08/historia-secreta-da-rede-globo.html

Baixando na Faixa disse...

Documentário - Além do Cidadão Kane
O documentário mostra como Roberto Marinho construiu o império das organizações globo, como pode corromper e manipular...
http://baixandonafaixa.blogspot.com/2009/12/documentario-alem-do-cidadao-kane.html


A História Secreta da Rede Globo
http://baixandonafaixa.blogspot.com/2009/08/historia-secreta-da-rede-globo.html