quarta-feira, 17 de março de 2010

DEPUTADO LAVA A ALMA DO CLOAQUEIRO


.
Deu no blog Tomando na Cuia, de Kiko Machado:
.
O deputado Dionilso Marcon (PT) criticou, na tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (16), a conduta do jornalista Giovani Grizotti, da RBS. “Este jornalista tem se prestado ao papel de perseguir os movimentos sociais e os parlamentares. Faz isso com os sem terra, com as trabalhadoras rurais, com os caminhoneiros e, agora, com os deputados”, afirmou.Marcon foi abordado na entrada do plenário pelo jornalista, que queria saber por que o parlamentar deu presença na sessão da última quinta-feira e se retirou. “Como não havia votação, registrei a presença e fui para uma reunião no plenarinho com mais de trinta entidades. O trabalho parlamentar não se dá só na hora das votações. Trabalhamos dentro e fora da Assembleia”, explicou o petista.Segundo Marcon, a abordagem feita por Grizotti foi agressiva e desrespeitosa. “Sofri uma agressão moral, que reflete preconceito deste jornalista com os mandatos parlamentares”, assinalouA mesma cobrança foi feita pelo jornalista a outros deputados. A deputada Leila Fetter (PP) e o deputado Alexandre Postal (PMDB) também usaram a tribuna para criticar a postura do jornalista.

25 comentários:

Noiram disse...

No seu comentário do meio-dia na TV, lasier martins distorceu os fatos em favor deste pseudo-jornalista.

trombeta disse...

Esse pseudo jornalista é do tipo que arma arapucas com câmeras e microfones escondidos, conquista a confiança das pessoas e depois faz denúncias/entrevistas "bombásticas", sempre forçando a barra.

Não tem o mínimo de ética, arrogante e prepotente, malandro da roça, pensa que inventou a roda.

Não passa de um puxa-saco do patrão, lustra sapato do chefete, babaca que enxovalha a categoria, é mais um soldadinho da RBS.

Quando é que ele vai entrar na FIERGS e fazer uma reportagem usando os seus métodos para desmascarar empresários safados, compadres e mamadores das tetas do estado?

Volta pra roça mané!!!

Ary disse...

Esse bagaceira é o mesmo que seguiu um tiozinho do DNIT e denunciou o uso de carro oficial. Já em relação à Yeda casanova ele silenciou. Se um cabra é chamado de bagaceira, da tribuna da AL é por que é, realmente, um bagaceira. E eu que pensava que lasier martins não teria companhia na adjetivação? Sim, por que lasier é sim, um bagaceira. Aliás, quem disse que esses bagaceiras são jornalistas? Choque é pouco!

Cláudio E disse...

Seo Cloaca
Não está na hora de se prestar uma "homenage" pro dito cujo, colocando um poster a tão ilustre figura do jornalismo de esgoto? O cara se acha o rei da cocada preta.

Anônimo disse...

Tive 1 aluna q era apenas FANTÁSTICA ... excelente em qlqr exercício físico mas, qdo falava, só me fazia rir, sem ser idiota (ela ou eu).
Pois bem, ao assistir ao Deputado DM falando, estufei o peito e rí ... rí muito.

Ele me lembrou a Romilda: deitava e rolava nos erros de portugues, tanto qto nos acertos sobre o q falava.


Parabéns Deputado.

A RBS pratica jornalismo prostituto: pagou, gozou.

E o sr lhes deu bolachadas na cara.
Aliás, essa cambada de pilantras anda mesmo precisando disso: tapoes norêia, prá ver se escutam o povo q LITERALMENTE caga e anda prá eles.

Gostei do Deputado Dilson Marcon (Romilda).

Porrada nessa putada diplomada. Qem é esse bandido-asno Grizotti?

Inté,
Murilo

Anônimo disse...

este tal de grizzoti também tem um blog sobre (argh) tradicionalismo, e foi ele quem mais puxou o coro preconceituoso e reacionário dos bombachudos contra o nei lisboa, depois que este disse umas belas verdades sobre a pretensa cultura aqui do pasto.

Anônimo disse...

No "clic rbs" relatam que o reporter e o cinegrafista faram agredidos.Não acompanhei os fatos mas pelo histórico(do deputado e do "jornalista" mentiroso compulsivo)bem que esse puxa saco prepotente da rbs merecia levar un s empurroes. Lembro do futebol: certa vez Jair Picerni de umas bolachas num mentiroso travestido de jornalista.E recentemente o Jorge Fossati se retirou de uma coletiva por conta de um fedelho reporter da rbs que acham que podem tudo,debochar do entrevistado por exemplo.

Alberto Bilac disse...

Caros do Cloaca e leitores, Leiam no blog Terra Goyazes, mais um capítulo da série A Idade das Trevas, inventário sobre o ruinoso período do tucanato no poder (1994-2002)! No ar e na rede o capítulo: O mito da eficiência da iniciativa privada, no endereço: http://terragoyazes.zip.net

Pico disse...

Com essa agressão ao dep. Marcon procurei na internet pra ver se achava uma foto ou imagem que aparecesse o tal Grizotti, tava querendo ver a cara do pilantra, fiz uma boa procura, mas não encontrei nada. Fiquei com a impressão de que ele se esconde propositalmente pra poder entrar nos ambientes em que deseja fazer as suas reportagens-pilantragens sem ser reconhecido.
Faço uma sugestão ao Cloaca News que lance uma campanha pra achar uma imagem do dito repórter para que possamos divulgar entre os movimentos sociais, sindicatos etc., para que saibam qual é a cara do pilantra. Isso pode ser útil para evitar novas pilantragens dele.

H. Pires disse...

Peço licença ao Companheiro Cloaca, para colocar outra informação por importante ser: FOI IMPUGNADA a pesquisa do IBOPE - Ministro Aldir Passarinho. Está lá no NASSIF. Forte abraço.

J. Ferrari disse...

O post sobre esse comentário é esclarecedor e correto. Esse Grizzotti, assim como praticamente todo mundo que trabalha na RBS, se vendeu para praticar um "jornalismo" de quinta categoria, que deforma e não informa, totalmente parcial e direcionado politicamente para defender os interesses da classe dominante.
Agora um Anônimo escreveu um comentário agressivo e imbecil contra os descendentes de italianos, que o blogueiro deveria apagar por ter um conteúdo racista. Lembre o Anônimo que na RBS trabalham também descendentes de portugueses, espanhóis, alemães, judeus, etc... Pergunto então se o Anônimo também vai colocar comentários racistas contra esses outros jornalistas também vendidos, mas descendentes de outras etnias???

Anônimo disse...

Hoje a ZH deu manchete sobre truculência do Deputado, que teria agredido o reporter e destrudio equipamento!

ce disse...

O Celular Espião é um celular tão incrível e polêmico que foi proibido em alguns países da Europa e é novidade no Brasil.

O Celular Espião é um telefone celular comum, especialmente modificado para poder ser monitorado à distância, permitindo assim escutar as conversas telefônicas e ambientais de quem o utiliza.
www.celularespiaobrasil.com

Anônimo disse...

Good brief and this post helped me alot in my college assignement. Thanks you for your information.

Luís C. P. Prudente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luís C. P. Prudente disse...

Em São Paulo há um certo governador que inaugura maquetes e promove propagandas enganosas. Dizem as más línguas que esse governador deixou de inaugurar uma maquete qualquer por temor de encontrar o "1% dos professores paralisados"!

Será que esse governador foge dos professores?

Esse governador terá que fugir dos servidores da Saúde também!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Apenas, Marcia disse...

O deputado foi perfeito, mas queria fazer um adendo: há cada vez mais picaretas na imprensa brasileira. Graças aos blogs independenntes, estamos a salvo deles.

Anônimo disse...

Hahaha... quando o Grizotti ferra a direitalha, a esquerdalha bate palma. Quando ele ferra a esquerdalha, começa o chororô. Sinal de que ele tá indo bem.

Paulo disse...

Bem feito!

Anônimo disse...

Parabéns ao Marcon pela coragem e obrigado ao blog pelos momentos de diversão. Simplesmente impagável! Repasso pra todos pensantes amigos.

lea disse...

A minha alma também

Erico disse...

O que se pode esperar de um sujeito que apoia invasão de terras, defende a depredação de laboratórios de pesquisa e que está ao lado de vândalos que saqueiam uma empresa de alimentos?
Nada, a não ser grossuras, baixarias e coisas do gênero. Além de um português de analfabeto.
Estou desde terça-feira me perguntando: Por que o deputado Marcão simplesmente não respondeu ao Giovani Grizotti? Por que, ao invés de dar uma porrada no microfone, não mandou ele plantar batatas numa área do MST? Afinal, o deputado Marcão é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia!! Hahahaha!!!!
Não, preferiu se esconder na “tribuna” do plenário, o inútil, aquele local em que não dá a menor pelota, para pedir socorro aos seus amiguinhos.

Erico disse...

O discurso de Dionilso Marcon confundiu a liberdade de expressão com o direito de ofender, ainda que tivesse motivo para tanto, que não foi o caso

A liberdade de expressão é apanágio da democracia, pois é um direito humano essencial. Ela está expressa em todas as cartas constitucionais do mundo, tanto republicanas quanto monárquicas, ainda que em algumas delas seja letra morta no todo, como em Cuba, ou em boa parte, como na China. Nós a temos no Brasil, suportada pelas instituições políticas da nação, entre elas o Parlamento. Mas, como em todos os direitos, há limites, e quando estes são ultrapassados, as mesmas instituições que a suportam devem reagir.

É o caso da Assembléia Legislativa em relação ao que afirmou da tribuna, coberto pela imunidade parlamentar, o deputado Dionilso Marcon (PT) contra o jornalista Giovani Grizotti, acusado de “picareta” e “bagaceira”. Por que o destrambelho verbal? Porque o profissional quis entrevistá-lo, como a outros parlamentares, sobre a prática corriqueira de dar presença no plenário, à hora regimental, e depois dele ausentar-se. Se o motivo da ausência era justo, e relato posterior indicou que era, bastaria ter explicado isto quando o repórter lhe perguntou a respeito.

O direito de expressar-se não inclui, é elementar, o direito de ofender.

Pico disse...

Extra, extra, extra
Foi encontrada uma imagem do dito jornalista Grizotti. Veja no link: http://blogdosommacal.blogspot.com/2010/03/grizotti-e-assembleia.html

Vamos divulgar amplamente!