domingo, 23 de janeiro de 2011

AOS PAULISTANOS

.

15 comentários:

Anônimo disse...

Lindo, lindo!

Saudades disse...

São Paulo eu conheço pouco, portanto não sei o quanto modificou, mas a coleção de slides é muito bonita! Porto Alegre, onde nasci, tem fotos de 1920 onde vemos prédios e ruas que existiam naquela época e que permaneceram iguais em 2011, estão intactos, sem falar da barbaridade que fizeram tirando os bondes do centro! Até hoje não achamos um Prefeito que tente tirar "vantagens turisticas" dessa mumificação da capital gaucha!
"Porto Alegre Antiga"
http://www.youtube.com/watch?v=_lcgWnRG8oM

Saudades disse...

Uma seleção de slides um pouco melhor, com uma trilha sonora meio deslocada:
Fotos Antigas de Porto Alegre
http://www.youtube.com/watch?v=z6avueSc8UI&NR=1

Alfredo Rebello disse...

Sou de Teresópolis, mas morei 10 anos em São Paulo, na Granja Julieta. Estudei no Santo Agostinho, servi no BG do Parque Dom Pedro, comecei meu curso de jornalismo na FIAM... tive o privilégio e a oportunidade de morar numa cidade onde até hoje me sinto muito bem!
São Paulo foi onde minha consciência política foi moldada através do movimento estudantil. Assisti ao meu primeiro comício do PT em Santo Amaro...
Saudade!!!
Hoje, tenho ido só para treinar Aikido na Rua Mauro onde fica a escola do meu sensei Wagner Bull...

Reg disse...

Paulistas, parece que foram abduzidos.
Não é normal a um povo não perceber o caos em que se transformou a cidade e nem mesmo a omissão do PIG sobre os escândalos dos tucanos justifica tal comportamento.
Nos outros estados o povo quer saber, para votar, das melhorias sob a gestão de prefeitos e governadores, porque não basta o lero-lero do PIG.
O povo se lixa para ele.
O eleitor transfere ao candidato a sua percepção de melhoria na sua vida, no seu bairro, na sua cidade, seu estado diferentemente de paulistas que, abduzidos, votam nos tucanos apesar dos alagões, incêndios, desmoronamentos, mau uso do dinheiro público, crateras do metrô, desabamentos de viadutos etc.
Incrível que aceitam a desculpa de que é um fato da natureza.
Acorda São Paulo!
Sou carioca, mas é lamentável o que ocorre com a locomotiva submetida ao freio produzido pelos tucanos.
O Brasil, ao contrário do resto do mundo, gera empregos e foi o único País que deu aumento salarial; um luxo nesses tempos de quebradeira mundial.
Mas isto o PIG não fala e nem vai falar.
O PIG insiste sorrateiramente e diariamente e a longo tempo que o Brasil não tem mão-de-obra qualificada PARA SOMENTE JUSTIFICAR EMPREGO PARA ESTRANGEIROS.
Cadê o Ministério Público do Trabalho para acabar com ilegalidade de TIRAR EMPREGO DE BRASILEIRO DENTRO DO BRASIL.
Devagar, devagarzinho eles estão importando mão-de-obra e ninguém fala nada.
A primeira vez que tomei conhecimento de contratação de estrangeiros, foi numa tevê pública em que o MPFT falava da contratação de estrangeiros em plataformas petrolíferas. Alegavam direito internacional e outros argumentos que não entendo e nem sei o resultado disso.
De lá para cá, só se noticia no PIG a mentirosa DESQUALIFICAÇÃO DA MÃO-DE-OBRA de brasileiros para justificar a contratação de estrangeiros de países falidos, inclusive os esteites.
Só falta a Petrobrás contratar estrangeiros QUALIFICADOS.
Vai acabar sabotada ou espionada.
E ninguém faz nada.
Nem agentes públicos e nem governo.
Pqp!

Aracy disse...

Nasci, cresci e fiz faculdade em São Paulo. Ainda na década de 1970 o padeiro passava com seu DKW, de madrugada, entregando o pãozinho na porta de casa - e não furtavam o pacotinho! A gente podia sair à noite no verão para tomar sorvete e ir ao cinema após o jantar. Boas lembranças de um tempo que não volta mais, pelo menos não enquanto o tucanato DEMoso executar rapinagem na administração pública do estado e do município.

Paulo Morani disse...

Cloaca, ajude publicando esse apelo!
NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE AS CHUVAS NA REGIÃO SERRANA
- O QUE FALTOU DIZER -


Faltou dizer que, em Petrópolis, a localidade fortemente atingida pelas chuvas foi o Vale do Cuiabá que está situado a cerca de 12 Km do centro de Itaipava, em direção a Teresópolis
Faltou dizer que, com exceção da rodovia que liga Itaipava à Teresópolis, todas as estradas estão operando normalmente e não foram atingidas ou obstruídas, nem temporariamente, mesmo no dia do temporal.
Faltou dizer que Itaipava, assim como os demais distritos de Petrópolis e o Centro Histórico da cidade, estão funcionando normalmente. Bares, restaurantes, shoppings, comércio, museus, monumentos e demais locais de visitação e lazer continuam operando normalmente
Faltou dizer que, com exceção da localidade tragicamente atingida pela ação da natureza, a cidade é calma, segura e linda.
Faltou dizer que a segunda fase da tragédia ainda está por ocorrer. Ela se caracteriza pelo desemprego e pelo fechamento de uma infinidade de pequenos negócios que vivem, direta ou indiretamente, da atividade turística que é a principal atividade econômica de Petrópolis.
Faltou dizer que, além do socorro às vítimas - que vem sendo feito com uma excepcional colaboração dos governos estadual e federal e uma extraordinária mobilização da sociedade - precisamos cuidar do socorro às vítimas dessa segunda fase que, geralmente, se sobrepõe com efeitos devastadores sobre o emprego e a renda das famílias das regiões atingidas.
Assim, para que tudo o que faltou dizer nas reportagens das redes de comunicação, não resulte na segunda fase do problema. Para que não se possa dizer que “faltou fazer” alguma coisa, estamos nos mobilizando para trazer de volta o principal elemento gerador de emprego e renda: o turista.
Os hotéis e pousadas de Petrópolis, Itaipava e arredores, estão oferecendo promoções e tarifas especiais em seus pacotes de hospedagem para que você nos ajude a mobilizar a economia de Petrópolis e mais rapidamente recuperar a atividade econômica local. Você estará ajudando a preservar muitos postos de trabalho e desfrutando do melhor da região por preços ultra especiais.
Delmo Morani

Marly disse...

Ninguém sente o bem senão depois de perdido, já me dizia minha falecida avó! Deixamos Sampa City, com todas suas coisas boas e sua deselengãncia discreta de suas meninas! Residindo há dez anos em Porto Alegre muitos dias sinto o meu suave pisar nas terras paulistanas, na saudosa VL Madalena, do punk da periferia, da garoa, do trem das Onze de Adoniram, do MASP, do Ibira, das praças do Alto Pinheiros, de tudo e de todos. Meus senseis do AiKiDo que ficaram para trás com sua dança e sutileza de gestos...Nunca mais, nunca mais!Parabéns a minha amada cidade e terra acolhedora!

Claudia Anita disse...

Sr Cloaca, com todo o respeito ao sofrimento desta senhora, gostaria fiquei curiosa em sabem em quem ela e sua família, e seus vizinhos votaram nas últimas eleições a prefeito de sp...
Mas agora acredito que ninguém diga que votou no Kassab por vergonha!

Paulo Chaimsohn disse...

Sou paulistano, nascido no bairro do Brás e atualmente vivo no PR.
Além das saudades da pauliceia antiga, tão maltratada, não me lembro de enchentes como agora.
Mas enquanto os demotucanos estiverem nos poleiros, não se pode ter muita esperança, uma vez que nos Jardins, lugar deles e de boa parte dos escribas do PIG, parece não ter estes problemas.

Marco Ferreira disse...

Obrigado Sr. Cloaca pela homenagem, como paulistano, me sinto presenteado. Forte abraço.

Leandro disse...

Que um dia o pujante Estado de SP e sua capital se livrem dos Demotucanalhas que (des)mandam por aqui há tanto tempo.
Quando isso ocorrer, São Paulo começará a resolver seus muitos problemas, sobretudo no aspecto social, e aí ficarão ainda mais em destaque suas muitas virtudes.

augusto disse...

sr. Cloaca, que idílica e bucólica esta terra!
Nao faças isso mais co´a gente nem uses pelica pra nos estapear!
Alfredo, me identifiquei contigo na descriçao daqui, BG, consciencia politica e nossa velha cap. mto bom.

Anônimo disse...

I seldom leave comments on blog, but I have been to this post which was recommend by my friend, lots of valuable details, thanks again.

Índio Kalapalo disse...

Quanta emoção em poder admirar a bela São Paulo de antigamente...
Eu, que não sou paulistano e nem mesmo paulista, lembrei com carinho de pequenos detalhes dos dez anos em que morei na rua Tabatinguera.
Todos nós, brasileiros, somos um pouco paulistanos. A glória e as desventuras desta cidade respingam em nós onde quer que estejamos.
Bela homenagem, seo Cloaca. Ah, feliz retorno!