quinta-feira, 8 de março de 2012

SE OS HOMENS MENSTRUASSEM

.


Por Gloria Steinem
.

Morar na Índia me fez compreender que a minoria branca do mundo passou séculos nos enganando para que acreditássemos que a pele branca faz uma pessoa superior a outra. Mas na verdade a pele branca só é mais suscetível aos raios ultravioleta e propensa a rugas.
Ler Freud me deixou igualmente cética quanto à inveja do pênis. O poder de dar à luz faz a “inveja do útero” mais lógica e um órgão tão externo e desprotegido como o pênis deixa os homens extremamente vulneráveis. Mas ao ouvir recentemente uma mulher descrever a chegada inesperada de sua menstruação (uma mancha vermelha se espalhara em seu vestido enquanto ela discutia, inflamada, num palco) eu ainda ranjo os dentes de constrangimento. Isto é, até ela explicar que quando foi informada aos sussurros deste acontecimento óbvio, ela dissera a uma platéia 100% masculina: “Vocês deveriam estar orgulhosos de ter uma mulher menstruada em seu palco. É provavelmente a primeira coisa real que acontece com vocês em muitos anos!”
Risos. Alívio. Ela transformara o negativo em positivo. E de alguma forma sua história se misturou à Índia e a Freud para me fazer compreender finalmente o poder do pensamento positivo. Tudo o que for característico de um grupo “superior” será sempre usado como justificativa para sua superioridade e tudo o que for característico de um grupo “inferior” será usado para justificar suas provações. Homens negros eram recrutados para empregos mal pagos por serem, segundo diziam, mais fortes do que os brancos, enquanto as mulheres eram relegadas a empregos mal pagos por serem mais “fracas’. Como disse o garotinho quando lhe perguntaram se ele gostaria de ser advogado quando crescesse, como a mãe, “Que nada, isso é trabalho de mulher.” A lógica nada tem a ver com a opressão.
Então, o que aconteceria se, de repente, como num passe de mágica, os homens menstruassem e as mulheres não? Claramente, a menstruação se tornaria motivo de inveja, de gabações, um evento tipicamente masculino.
Os homens se gabariam da duração e do volume. Os rapazes se refeririam a ela como o invejadíssimo marco do início da masculinidade. Presentes, cerimônias religiosas, jantares familiares e festinhas de rapazes marcariam o dia. Para evitar uma perda mensal de produtividade entre os poderosos, o Congresso fundaria o Instituto Nacional da Dismenorréia. Os médicos pesquisariam muito pouco a respeito dos males do coração, contra os quais os homens estariam, hormonalmente, protegidos e muito a respeito das cólicas menstruais. Absorventes íntimos seriam subsidiados pelo governo federal e teriam sua distribuição gratuita. E, é claro, muitos homens pagariam mais caro pelo prestígio de marcas como Tampões Paul Newman, Absorventes Mohammad Ali, John Wayne Absorventes Super e Miniabsorventes e Suportes Atléticos Joe Namath — “Para aqueles dias de fluxo leve”.
As estatísticas mostrariam que o desempenho masculino nos esportes melhora durante a menstruação, período no qual conquistam um maior numero de medalhas olímpicas. Generais, direitistas, políticos e fundamentalistas religiosos citariam a menstruação (”men-struação”, de homem em inglês) como prova de que só mesmo os homens poderiam servir a Deus e à nação nos campos de batalha (”Você precisa dar seu sangue para tirar sangue”), ocupariam os mais altos cargos (”Como é que as mulheres podem ser ferozes o bastante sem um ciclo mensal regido pelo planeta Marte?”), ser padres, pastores, o Próprio Deus (”Ele nos deu este sangue pelos nossos pecados”), ou rabinos (”Como não possuem uma purgação mensal para as suas impurezas, as mulheres não são limpas”).
Liberais do sexo masculino insistiriam em que as mulheres são seres iguais, apenas diferentes. Diriam também que qualquer mulher poderia se juntar à sua luta, contanto que reconhecesse a supremacia dos direitos menstruais (”O resto não passa de uma questão”) ou então teria de ferir-se seriamente uma vez por mês (”Você precisa dar seu sangue pela revolução”). O povo da malandragem inventaria novas gírias (”Aquele ali é de usar três absorventes de cada vez”) e se cumprimentariam, com toda a malandragem, pelas esquinas dizendo coisas tais como:
— Cara, tu tá bonito pacas!
— É, cara, tô de chico!
Programas de televisão discutiriam abertamente o assunto. (No seriado Happy Days: Richie e Potsie tentam convencer Fonzie de que ele ainda é “The Fonz”, embora tenha pulado duas menstruações seguidas. Hill Street Blues: o distrito policial inteiro entra no mesmo ciclo.) Assim como os jornais, (TERROR DO VERÃO: TUBARÕES AMEAÇAM HOMENS MENSTRUADOS. JUIZ CITA MENSTRUAÇÃO EM PERDÃO A ESTUPRADOR.) E os filmes fariam o mesmo (Newman e Redford em Irmãos de Sangue).
Os homens convenceriam as mulheres de que o sexo é mais prazeroso “naqueles dias”. Diriam que as lésbicas têm medo de sangue e, portanto, da própria vida, embora elas precisassem mesmo era de um bom homem menstruado. As faculdades de medicina limitariam o ingresso de mulheres (”elas podem desmaiar ao verem sangue”). É claro que os intelectuais criariam os argumentos mais morais e mais lógicos. Sem aquele dom biológico para medir os ciclos da lua e dos planetas, como pode uma mulher dominar qualquer disciplina que exigisse uma maior noção de tempo, de espaço e da matemática, ou mesmo a habilidade de medir o que quer que fosse? Na filosofia e na religião, como pode uma mulher compensar o fato de estar desconectada do ritmo do universo? Ou mesmo, como pode compensar a falta de uma morte simbólica e da ressurreição todo mês?
A menopausa seria celebrada como um acontecimento positivo, o símbolo de que os homens já haviam acumulado uma quantidade suficiente de sabedoria cíclica para não precisar mais da menstruação. Os liberais do sexo masculino de todas as áreas seriam gentis com as mulheres. O fato “desses seres” não possuírem o dom de medir a vida, os liberais explicariam, já é em si castigo bastante.
E como será que as mulheres seriam treinadas para reagir? Podemos imaginar uma mulher da direita concordando com todos os argumentos com um masoquismo valente e sorridente. (’A Emenda de Igualdade de Direitos forçaria as donas de casa a se ferirem todos os meses : Phyllis Schlafy. “O sangue de seu marido é tão sagrado quanto o de Jesus e, portanto, sexy também!”: Marabel Morgan.) Reformistas e Abelhas Rainhas ajustariam suas vidas em torno dos homens que as rodeariam. As feministas explicariam incansavelmente que os homens também precisam ser libertados da falsa impressão da agressividade marciana, assim como as mulheres teriam de escapar às amarras da “inveja menstrual”. As feministas radicais diriam ainda que a opressão das que não menstruam é o padrão para todas as outras opressões. (”Os vampiros foram os primeiros a lutar pela nossa liberdade!”) As feministas culturais exaltariam as imagens femininas, sem sangue, na arte e na literatura. As feministas socialistas insistiriam em que, uma vez que o capitalismo e o imperialismo fossem derrubados, as mulheres também mens-truariam. (”Se as mulheres não menstruam hoje, na Rússia”, explicariam, “é apenas porque o verdadeiro socialismo não pode existir rodeado pelo capitalismo.”)
Em suma, nós descobriríamos, como já deveríamos ter adivinhado, que a lógica está nos olhos do lógico. (Por exemplo, aqui está uma idéia para os teóricos e lógicos: se é verdade que as mulheres se tornam menos racionais e mais emocionais no início do ciclo menstrual, quando o nível de hormônios femininos está mais baixo do que nunca, então por que não seria lógico afirmar que em tais dias as mulheres comportam-se mais como os homens se portam o mês inteiro? Eu deixo outros improvisos a seu cargo.*
A verdade é que, se os homens menstruassem, as justificativas do poder simplesmente se estenderiam, sem parar.
Se permitíssemos.

29 comentários:

Zeza disse...

Adoro esse texto, valeu a homenagem, meu querido.

Te amo, te amo, te amo, te amooooooooooooooooo!!!!!

Richard Jakubaszko disse...

Essa muié aí fez picadinho do sutiã dela! Por ser hoje ela tá perdoada, vai pros céus!!!

Richard Jakubaszko disse...

Essa muié aí fez picadinho do sutiã dela! Por ser hoje ela tá perdoada, vai pros céus!!!

Draper disse...

Excelente blog.


http://metamorfosemuscular.blogspot.com

Emília disse...

ADOREI A HOMENAGEM!
E CONCORDO COM O TEXTO.

Wilsoleaks Alves disse...

Eita Cloca...

Hoje o senhor tá "naqueles dias", né?

Cloaca News disse...

Estou, sim, Mr. Alves. Com muita honra.

Fernanda disse...

Sr. Cloaca.

Adorei o texto e a declaração de amor da Zeza.
É isso ai Zeza. tb amoooooooooo meu marido. ´

Hj dia internacional da mulher.
Toda mulher quer ter a seu lado um homem másculo, mas tb que tenha aquele lado feminimo, que qdo levanta mais cedo faz o café, leva pra mulher na cama, se preciso ajudar a mulher.
Homem machão é muito chato. Aquele homem grosseiro, não dá!!!
Acho que é por isso que gosto tanto do Lula,do amor que ele fala da mãe, das mulheres e com a d. Marisa, aquele jeitinho meigo.


Agora não podemos deixar de dizer que no dia da mulher, ela ainda fica muito abaixo do homem, mas está melhorando, um dia vamos chegar lá.

Fernanda disse...

Ô zeza.
As mulheres são mais fortes, né?
Apesar dos homens acharem que são eles.
Já pensou um homem menstruando 5 dias, grávido, dando a luz,ahhhhhhh, eles não aguentariam, não é mesmo?
Uma dor de dente, parece que o mundo vai acabar.

Ahhhh, esses homens não chegam aos pés das mulheres.

HJ dia internacional da mulher quero homenagiar todas as mulheres, mas em expecial minha mãe.

""Não quero filha minha enfiada na cozinha,como eu"".
""Filha minha vai a luta."" Valeu!!!!

Wilsoleaks Alves disse...

Mulher é bicho esquisito
Todo o mês sangra
Um sexto sentido
Maior que a razão.
Mulher...
Na escola
Em que você foi
Ensinada
Jamais tirei um dez
Sou forte
Mas não chego
Aos seus pés.
Mulher...
Você é o sol da minha vida, a minha vontade.
Você não é mentira, você é verdade.
É tudo o que um dia eu sonhei prá mim.
Mulher...
És láctea estrela
És mãe da realeza
És tudo enfim
Que tem de belo
Em todo resplendor
Da santa natureza.
Mulher...
No abandono do teu pranto eu me perdi
Não sabia o que dizer pra consolar
Tive raiva destas mágoas que puseram em você
Tive pena dos que nunca te puderam conhecer.

Autores:
Rita Leeaks,
Erasmoleaks,
Martinholeaks da Vila,
Pixinguinhaleaks e
Guilherme Arantesleaks

Ary disse...

No dia em que inventarem um vibrador que corte a grama... Adeus homens!

Anônimo disse...

Ah Cloaquinha, que achado!!! Só você. Sen-sa-cio-nal! Siga neste trilho que estaremos juntos.

Marcio disse...

Parabéns pelo texto!

Ary disse...

Na próxima encarnação (se houver e for aqui na Terra) quero ser mulher, negra, favelada, com uma leve deficiência física (a mental, levo desta). Não vale a pena ser homem.

Anônimo disse...

Só queria saber, depois do escândalo do parque mutirama promovido pela roubalheira do PT de Goiânia, o que o nobre Wilsoleaks tem a dizer sobre a recente gravação em som e vídeo sobre o Carlinhos Cachoeira e um político do PT de Goiás firmando altas negociações com dinheiro de campanha.

Wilsoleaks Alves disse...

Ainda não estou sabendo de gravação alguma de político do PT, se houver, sou a favor de que se apurem os fatos.
O que estou sabendo mesmo é que o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) recebeu uns presentinhos do tal Cachoeira e também que a mansão do referido Carlinhos foi comprada de Marconi Perillo (PSDB-GO).
Só isso! Mas...Nada que mereça destaque na veja, folha de são Paulo, estadão, globo e congêneres.

Anônimo disse...

Eu sou o Petralhuns Papadolar. Sou um novo membro da comunidade blogueira e farei tudo o que puder para recompensar o pagamento que me fazem. Sou com orgulho mais um mercenário da era digital. Viva a esgotosfera.

Fernanda disse...

Pqe será que os PQs são tão previsiveis?

Alô, alô, Marconi Perillo, alô, alô, secretaria de saúde de Goiás, tem que dá um jeito, o homem está cada vez pior. A coisa está feia!!!!

Fernanda disse...

wilsoleaks.

Site da Veja diz que tem uma gravação onde um deputado do PT teria recebido dinheiro p/a campanha do Carlinhos Cachoeira.
O deputado nega, diz que foi chantageado, não se dá com Cachoeira e que não recebeu um tostão.

______________________________________________________________________


Os petistas estão p..... da vida com Suplicy, ele foi um dos que cumprimentou Demóstenes depois do depoimento no senado.

O PT tinha combinado que não ia se manifestar sobre o depoimento de Demóstenes, já que ele nunca defendeu os petistas.

Esse Suplicy é um inútil,não defende o governo, nunca defendeu o Lula, muito pelo contrário. É considerado o fogo amigo do PT. Agora sai em defesa de Demóstenes.

A Martha tb é outra, andou dizendo que Demóstenes é um senador brilhante, mesmo depois dessa sujeira toda.

Fernanda disse...

Serra, aquela maravilha de homem, acha que entende de tudo,principalmente da alma feminina, como bem mostrou na campanha, resolveu criticar a educação do Brasil p/ atingir Haddad.
Disse que a educação no Brasil é uma das piores do mundo.

Haddad respondeu/ Os tucanos estão há 20 anos em SP e ficaram 8 anos na prêsidencia, o que eles fizeram p/ melhorar a educação.

SP em matéria de educação, chega a ser pior do que muitos estados do nordeste.

Covas/Alckmin/Serra/Alckmin

K.T.E. disse...

Eu vou te machucar por isso, chegará o dia em que sua alegria tornará-se em cinzas e ai tu saberas que a dívida foi paga.

Anônimo disse...

Eu também não sei de gravação alguma sobre o Senador. Só sei de umas gravações a respeito de um Deputado do PT. Eu só vejo e escuto o que me convém posto que sou um cínico.

Rogério Bezerra disse...

Quem conhece a canção Grávido do imortal Gonzaguinha?

Anônimo disse...

Apesar de atrasada, quero registrar a grata satisfação pela HONENagem feita às mulheres sobre a MENstruação. Concordo em gênero e número com tudo oq foi escrito. Um gde abraço

DuCabelo Guitar disse...

Show!

Stephanie. disse...

hahahah desceu o pau!!! arrasou no texto.

Anônimo disse...

where one can now call this number in case of any emergency. Along [url=http://www.abacusnow.com/jpmoncler.htm]http://www.abacusnow.com/jpmoncler.htm[/url] at first base or third. For those who count cards, and use [url=http://www.abacusnow.com/jpmoncler.htm]http://www.abacusnow.com/jpmoncler.htm[/url] and Manufacturers Association (PhRMA). Jack Szczepanowski will [url=http://www.abacusnow.com/hollister.htm]hollister[/url] gas offshore. Without a doubt, organizations which are producing
close to each other so they can get to know themselves better. [url=http://www.abacusnow.com/michaelkors.html]michael kors sale[/url] Canfield and Mark Victor Hansen include hidden wisdom and life [url=http://www.abacusnow.com/michaelkors.html]michael kors sale[/url] won or lost at a particular table that is not quite the truth. [url=http://www.abacusnow.com/beatsbydre.html]beats by dre[/url] widows, single parents, and other families. They know that
though may argue that itll be hard to decide on fruit juice good [url=http://www.abacusnow.com/nfl.html]NFL jerseys[/url] your legal practice to representing homeschooling families? [url=http://www.abacusnow.com/michaelkors.html]michael kors sale[/url] homeschoolers to decide what happens to their children when Mom [url=http://www.abacusnow.com/jpmoncler.htm]モンクレール レディース[/url] amongst Jack LaLanne juicers along with Breville juicers, its

Anônimo disse...

to more advanced training. Hard work is ingrained in the breed [url=http://www.theaudiopeople.net/beatsbydre.html]Beats By Dre Cheap[/url] This is mostly because casinos have so few blackjack tables [url=http://www.theaudiopeople.net/michaelkors.html]michael kors outlet stores[/url] wedding celebrations. Raffles, cocktails and good food are [url=http://www.theaudiopeople.net/michaelkors.html]michael kors outlet stores[/url] google_ad_section_end -->The word tournament has an element of
best to perform alongside contrast. Energy The very first feature [url=http://www.theaudiopeople.net/nfl.html]Discount NFL jerseys[/url] of the Stewart Technology Associates website. The main object [url=http://www.theaudiopeople.net/michaelkors.html]michael kors bags[/url] party games to entertain your guests will ensure that everyone [url=http://www.theaudiopeople.net/beatsbydre.html]beats by dre[/url] compromised. The designers of this brand are some of the popular
there is really nothing as good as The Aladdin Factor. Remember, [url=http://www.theaudiopeople.net/michaelkors.html]http://www.theaudiopeople.net/michaelkors.html[/url] little, you will notice that there is no doubt that Jack Canfield [url=http://www.theaudiopeople.net/michaelkors.html]michael kors bags[/url] important components are located on the undercarriage of your [url=http://www.theaudiopeople.net/nfl.html]Discount NFL jerseys[/url] at home when you can play black jack! Winning black jack makes

Anônimo disse...

and quite amazing. But the simplest one to make is the traditional [url=http://www.aravind.org/toryburch.htm]トリー バーチ 財布[/url] not, there are booklets or books available at arts and crafts [url=http://www.aravind.org/toryburch.htm]Tory Burch 店舗[/url] popular card games today. Just visit your local casino and you [url=http://www.aravind.org/coach.htm]コーチカバン[/url] As you cut into the top of the pumpkin, make your cuts angle
better-prepared player.Blackjack was first played in France, in [url=http://www.aravind.org/toryburch.htm]トリー バーチ 財布[/url] fifteen years after graduation. So I advise parents to keep them. [url=http://www.aravind.org/celine.htm]セリーヌ ラゲージ[/url] house raking in a huge booty. With the Internet becoming so [url=http://www.aravind.org/celine.htm]セリーヌ 通販[/url] you are and whom you are talking to. You will learn these methods.
also careless stitches, then youre looking at a bogus. You must [url=http://www.aravind.org/celine.htm]http://www.aravind.org/celine.htm[/url] tangible results. I love the work I do and the service we provide. [url=http://www.aravind.org/toryburch.htm]http://www.aravind.org/toryburch.htm[/url] Russell, you may want to consider another breed. There is an [url=http://www.aravind.org/toryburch.htm]トリー バーチ 財布[/url] to time. Theres a lot to like about working here. AMF Contributor: