segunda-feira, 23 de março de 2009

MUTRETAS & TAL...

Ao tentar explicar suas relações promíscuas com o Senado, jornalista-barrigueiro de O Globo enrola-se ainda mais . A denúncia de que o afamado jornalista - e especialista em proeminências ventrais - Ricardo Noblat recebe um mensalinho do Senado Federal veio à tona no blog Os Amigos do Presidente Lula, sexta-feira última. Poucos minutos depois da primeira postagem, já era possível ler a "resposta" do blogueiro de O Globo às suspeitas levantadas contra ele. Entre outras coisas, disse que ele deve ser "o único brasileiro que até hoje doou dinheiro ao Senado" - foram R$135.600 em bondades musicais, segundo cálculos do barrigueiro. Causa-nos estranheza, no entanto, a insistência do blogueiro global em tentar convencer a platéia de que seu caridoso gesto tem, unicamente, motivação estética. De acordo com o que ele diz, "na época [1999], era medíocre a qualidade de produção da rádio Senado (sic)". Noblat, então, movido por insopitável desejo de servir à Pátria e escorado em sua invejável e milionária coleção de CDs, passou a "produzir" o programa semanal Jazz & Tal, na Senado FM. Durante 10 anos - 10 anos!!! - o filantropo Ricardo José Delgado pagou de "seu bolso" para que os milhões de ouvintes da emissora pública tivessem o privilégio de deleitar-se com sua boa música. Levou uma década para que nosso mecenas tomasse providências para sair da clandestinidade radiofônica. Coisa mais normal, não é? Você pode acompanhar o desdobramento desta incrível história clicando aqui. Você pode, também, saber um pouco mais da inatacável carreira de Noblat clicando aqui. E ainda pode clicar aqui para ler o texto da Lei 9.610/98, que trata de direitos autorais. Como todos sabemos, os CDs de música que compramos nas lojas especializadas trazem em seu corpo a seguinte advertência: "A reprodução, locação, execução pública e radioteledifusão deste disco estão proibidas".
Se Noblat usou os exemplares de sua coleção privada para inebriar os ouvidos dos brasileiros, no mínimo cometeu uma imprudência. E...será que o afamado blogueiro, de notório saber musical, lembrou-se de recolher as taxas do ECAD???

6 comentários:

Pietro disse...

Será que ele usou CD pirata na programação? Não duvido.

soldadonofront disse...

Então é isto Cloaca, agora tá explicado: os bláblásblás batem na agua, a agua bate na bunda e assim caminham parte da humanidade no esgoto midiático. Por fim dá-se nomes aos cloriformes, no caso aos midíoformes fecais.

!!@v@nte Cloaca!!

Deise Weller/ SP disse...

Cloaca, tem razão. O Noblat é aquele que "derrubou" um avião da Pantanal em Moema, não é? Sujeito sem moral.

helioborba disse...

O APOSENTADO INVOCADO estuda retirar parte de sua aposentadoria para ajudar o Senado,seguindo o grande exemplo de Ricardo Noblat
Minha intenção é lançar o programa Samba & Tal e Qual. A idéia é doar pelo menos R$3.000,00.

Anônimo disse...

Mais uma vez, parabéns pelo Blog. Bem escrito. Ótimo conteúdo. Continue assim. Precisamos deixar estes vadios nus.

Anônimo disse...

Copinado o frei Noblablablá.

Entao, seguindo a linha franciscana (nao a da merda) do citado Noblatblablá, bem q poderíamos rodar o chapéu e abrirmos 1 programa na dita Senado FM, e nosso programa se chamaria: "A MÍDIA PODRE, MANIPULADORA, MENTIROSA E TAL".

Assim, entre bossa-nova, sambas, vaneroes e xaxados, passaríamos nosso bonde dando nome aos BOIS ... eles!

Inté,
Murilo