terça-feira, 21 de julho de 2009

SERRA FAZ SEGURO "MAMÃE-EU-QUERO" COM SECRETÁRIO-LOBISTA

O tucano Paulo Renato Souza - restauranteur, deputado federal licenciado, atual Secretário da Educação estadual, lobista de corporações e "conselheiro" de pelo menos duas autarquias paulistas - deve conhecer muito bem o dito popular " seguro morreu de velho". Não é que, agora, graças ao faro fino do blog NaMaria News, ficamos sabendo que ele é, também, craque em "sinistros" de toda espécie? Paulo Renato acaba de ser indicado por José Serra para mais uma mamata das boas: nada menos que o Conselho de Administração da COSESP - Companhia de Seguros do Estado de São Paulo, empresa pública que "tem como competência explorar as operações de seguros dos ramos elementares e de vida". Deleite-se aqui.

15 comentários:

Anônimo disse...

Xo chuá, cada macaco no seu galho.
Xo chuá, eu nao me canso de falar.

Xo chuá o galho na "COSEP",
Xo chuá, o seu é em outro lugar.

Nao se aborreça moço da cabeça grande vc vem nao sei de onde chega aqí nao vá prá lá.

Q esse negócio da Mae Benta ser leiteira já encheu sua mamadeira, vá mamar noutro lugar ...

Xo chuá, (repete)

Música de G. Gil q Serrassuga poe em prática.

Inté,
Murilo

Anônimo disse...

ATENÇÃO
BLOG DA PETROBRAS:
1 MILHÃO DE ACESSOS EM 47 DIAS

O blog da Petrobras ultrapassa 1 milhão de acessos 47 dias depois de divulgado ao público. São 186 posts com 8550 comentários e mais de 6600 seguidores no Twitter.

Tão importante quanto os acessos e a repercussão dos posts e comentários é o compromisso da Petrobras com a transparência e sua persistência pela informação.

Anônimo disse...

SÃO PAULO: ISSO É QUE É GOVERNO!!!

21/07/2009 - Blog do Nassif

Serra: a gestão das bananas e do quentão
Duas leis de José Serra que passaram despercebidas:

SP proíbe a venda de banana por dúzia
Decreto do governador Serra determina que fruta seja vendida apenas por quilo.

Quem desobedecer a lei terá de pagar multa que varia de R$ 297,60 a R$ 297.600.

Nova lei veta quentão em festa junina nas escolas estaduais de SP

da Folha de S.Paulo

O governador José Serra (PSDB) sancionou uma lei, publicada ontem no “Diário Oficial”, na qual a compra e a venda, o fornecimento (mesmo que seja gratuito) e o consumo de bebidas alcoólicas são proibidos nas escolas e faculdades técnicas da rede estadual de SP.

A nova regra se aplica inclusive aos estudantes que já são maiores de idade e aos eventos promovidos pelas instituições de ensino fora de suas dependências.

Com isso, é o fim do quentão e do vinho quente, muito comuns nas festas juninas realizadas pelas unidade...

CONTinua

Lucimar Justino disse...

Quer dizer que o servidor público cujo cargo exija nível médio não pode ocupar um cargo de professor, por exemplo, porque o cargo de nível médio não seria técnico ou científico, segundo entendimento dos doutores da lei. Todavia, esse sujeitinho aí que (des)cuida da Educação em São Paulo pode ser Deputado licenciado (ok, tudo bem), Secretário Estadual, Conselheiro de mais trocentas empresas privadas, empresas públicas, autarquias etc... Muito competente ele, não? Um gênio! E segue o povo alienado, posto à margem da sociedade (quanto mais burro - com todo respeito ao animal - mais fácil de ser controlado, dominado: essa é a ideia desses caras)

marise disse...

Duas perguntas simples:

1ª O que é que este sr. Paulo Renato tem prá ganhar tantas "tetas" do governo do meu amado estado?
2ª Subentende-se então que se o sr. Serra vencesse as eleições presidenciais, daria o meu querido estado de presente pro sr. Paulo Renato?
Eu ainda estou esperando o resultado da sindicância!!! Com seriedade!!!!
Logo, logo, ele vem prá Moóca rever amigos e fazer campanha...e, eu, uma boa velhinha bisbilhoteira estarei em campo, como sempre, só que desta vez lado oposto!!!
Obrigada pelas informações sr. Cloaca!!!
Abçs.

Anônimo disse...

A ternura desta teta que amamenta sua cria e, toda a humanidade, não merece ser enxovalhada com os nomes abaixo citados!!!
Branca.

NaMaria disse...

Queridas Lucimar e Marise;
Lucimar, vc está certíssima; é só o "venha a nós", ao "vosso reino" nada.
Marise, o que ele faz para merecer tamanhos "méritos" são suas ligações pessoais e históricas com personagens "de peso". Coisas que estamos, humildemente, tratando de mostrar. Vc verá com o tempo que essas ligações além de profundas, são perigosas e já fizeram diversas outras desgraças nacionais. Aguarde e verá, tem muita farinha nesse saco.

Adriano Matos disse...

Nossa! Quando os tucanos perderem SP surgirá tanta sujeira que o dep de dragagem precisará ser reforçado.

Com toda blindagem já aparecem as mamatas do Renato e do PCBao Freire! Imagina abrirem as tampas dos bueiros...

Só não vale, dessa vez, deixar de escancarar seus feitos nos 20 anos de governo, em nome de uma convivência pacífica da oposição.

Adriano Matos disse...

Ah, e parabéns NaMaria e Cloca! Belíssimo trabalho! A nação agradece.

Paulo disse...

Caríssimos(as),

Venho aqui postar minha indignação sobre esta matéria que saiu no yahoo:

http://br.noticias.yahoo.com/s/22072009/25/politica-neto-sarney-zombava-benesses-revela.html

Não é de hj que a família Sarney tem seu nome manchado. Pra mim, onde há fumaça há fogo.
Até,

Anônimo disse...

GRIPE SUÍNA: A MANCHETE TERRORISTA E IRRESPONSÁVEL DA "FOLHA DE SÃO PAULO"

Blog Viomundo

Domingo, 19 de julho, capa da Folha de S. Paulo:
Gripe suína deve atingir ao menos 35 milhões no país em 2 meses

"GRIPE PODE AFETAR ATÉ 67 MILHÕES DE BRASILEIROS EM OITO SEMANAS"

Será que depois do terror da manchete e do primeiro parágrafo alguém da população em geral vai atentar para o restante?

Por que a Folha de São Paulo usou 35 milhões na CAPA e 67 milhões na chamada interna?

Se o jornalista acreditava tanto nos seus cálculos por que não expor aos leitores os dois números juntos? Receio de que o dado pareceria mais inverossímel tamanha a diferença? Ou ficar com os pés nas duas canoas, para uma desculpa estratégica?

Quantos da população em geral sabem um modelo estatístico não significa que isso vá ocorrer na prática?

Se o estudo não é específico para o vírus H1N1, por que forçar a barra? Ter chamada na primeira página? Ou algo mais por trás? Uma das hipóteses: tirar o foco de São Paulo e Rio Grande do Sul, estados governados pelo PSDB e onde há maior número de casos, e jogá-lo no governo federal, já a Folha é tucana-serrista.Que cuidados seriam então necessários para extrapolar o estudo de 2006 para a gripe suína?

Para colocar os pingos nos is, o Blog Viomundo entrevistou o médico epidemiologista Eduardo Carmo Hage, diretor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde. É o mesmo citado na reportagem da Folha.



Viomundo – Domingo, quando li na Folha Online que a pandemia de "gripe suína afetar até 67 milhões de pessoas nas próximas cinco a oito semanas", pensei na “epidemia” de febre amarela. Só que, agora, o terrorismo midiático pode levar a uma corrida aos hospitais. Por isso vamos direto ao x da questão: a reportagem da Folha procede ou não?

Eduardo Hage – Não. Há um erro capital na matéria, e o jornalista foi alertado. Mesmo assim, ele utilizou parâmetros do estudo para o vírus H5N1 [responsável pela gripe aviária] para calcular quantas pessoas poderiam ser infectadas pelo H1N1 [causador da gripe suína], quantas precisariam de cuidados médicos e quantas seriam internadas por complicações da doença. Os parâmetros utilizados pela Folha de S. Paulo são totalmente furados. Não têm base epidemiológica, estatística, científica. Foi um chute a quilômetros de distância do alvo.

Viomundo – O que realmente a Folha perguntou ao Ministério da Saúde?

Eduardo Hage -- O jornalista perguntou se estávamos trabalhando com algum modelo matemático como o feito para preparação da pandemia de H5N1 e se os parâmetros utilizados naquele modelo serviam para esta pandemia. Fui taxativo: o Ministério da Saúde, assim como a Organização Mundial da Saúde (OMS), não estão trabalhando com modelo estatístico para essa pandemia.

Viomundo -- Por quê?

Eduardo Hage – Hoje, não existe nenhuma estimativa suficientemente válida para calcular a taxa de ataque, que o jornalista da Folha usa no texto dele. Existe somente um estudo realizado no início da pandemia em La Gloria, localidade pequena, isolada, no México. Qualquer estatístico com boa formação sabe que não dá para extrapolar esses dados para doença disseminada, como a influenza A. Portanto, por prudência, o Ministério da Saúde e a OMS não construíram ainda modelos matemáticos para a presente pandemia.

(CONTINUA...http://www.viomundo.com.br/denuncias/reportagem-da-folha-sobre-gripe-suina-e-totalmente-furada-uma-irresponsabilidade/)

Anton Webber disse...

Frequentada Cloaca,
O bezerro Nosferatu Serra está muito bem nessa foto, pois mamando não se lhe expõem as hipertrofiadas gengivas e, contra o peito materno, a calva lhe fica oculta.
Gostaria que publicassem uma agrofoto similar do Galo Capão de Souza, seu mais probo e culto secretário.
Prossigam!!!
A. W.

EP disse...

Uma pergunta sincera de um admirador do blogue: jornalismo de esgoto é só aquele que esconde os feitos do PSDB e ataca o PT? O blogue não fala nada da imprensa que poupa o Sarney? Hoje, por exemplo, a Globo ignorou, entre as conversas do Fernando Sarney, a que fala da concessão da repetidora da TV Mirante... afiliada da própria Globo. E aí, isso não é jornalismo de esgoto?

JOEL PALMA disse...

CLOACUDO, É DIGNA DE NOTA a visita gentil e terna do QUERIDÍSSIMO DEMOCRATA e PACIFICADOR Avigdor Lieberman, Chanceler de Israel, está bem?

ESTE É LIEBERMAN:

“Agora temos que assistir ao surgimento de um brutamontes e um demagogo que tem exigido, com prazer, a execução dos membros árabes eleitos do Parlamento de Israel se eles se encontrarem com o Hamás, que tem exigido o afogamento dos prisioneiros palestinos no Mar Morto, cujos apoiadores cantam “Morte aos árabes” nos seus comícios, e que tem materializado os piores medos daqueles árabes que tem feito os ajustes de mais longa duração com o estado judeu.”

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3599392-EI12924,00-A+audacia+de+Avigdor+Lieberman.html

zejustino disse...

Jornalismo de esgôto é aquele que babou nos ovos do Sarney e do Renan enquanto eles eram da base de apoio do des-governo dos tucanos-pefelistas em sua política entreguista e corrupta. Agora, o Sarney é perseguido por pertencer à base do governo no Congresso. Trata-se de golpismo puro e simples, além de atender às ordens do Departamento de Estado ianque no processo de desmoralização do governo e uma posterior entrega (ou privatização, como querem os neo-liberais sem vergonha e sem caráter) do pré-sal. Aliás, a entrega do pré-sal é trôco perto da submissão do Brasil e a desmoralização da organização dos paises da América Latina num bloco independente.

Não vi o Cloaca defender o Sarney ou Renan. Acredito que a maioria daqueles que frequentam este blog ainda não viram tal baboseira. E duvido muito que o Cloaca vai se prestar a serviçal da mídia golpista, entreguista e corrupta (basta conhecer a história delas, da Globo e da FSP, por exemplo) fazendo seu (dela) joguinho sujo e falso-moralista.