quarta-feira, 21 de outubro de 2009

YEDA É INOCENTE, SERRA É UM ESTADISTA, ALI KAMEL É HONESTO E ZILÁ É LINDA

Foto: cena do filme "Camisa de Força" (The Jacket), com Adrien Brody no papel de Jack Stark.

11 comentários:

marise disse...

Sr. Cloaca,

Está se sentindo bem?

Giovani de Morais e Silva disse...

Seu Cloaca, tá suplicyando?

elektrofossile disse...

Excelentíssimo Senhor CLOACA!

Perfeita a imagem e texto que lha acompanha.
Sou mais antigo e por isso sugiro cenas do filme Laranja Mecânica, do filme 1984 ou Brasil, o Filme (da turma do Mounty Pithon - ou parecido).

Mas ... e aí. Qual a reação que VVSS.a sugere?

Navarro disse...

Tá bom Sr. Cloaqueiro, mas não precisa exagerar... deixa só a Zilá que tá de bom tamanho.

Anônimo disse...

claro, a bandidagem safada e desavergonhada instalada na al (base aliada) lhe passou atestado de inocência.

zejustino disse...

O cloaca conseguiu a foto do novo modelito básico da tal "juventude" tucana?

Luís Carlos P. Prudente disse...

Somente sob tortura para uma pessoa de sã consciência afirmar essas mentiras: de que Yeda, a ré-governadora é inocente, que Zé Pedágio é um estadista (mas aonde, nem na Moóca!!!) e que o garanhão do solar é honesto. Somente sob tortura mesmo, e olhe lá!

blog do chamusca disse...

Carta a José Serra

E agora, José Serra?

Os policiais pararam,

Os alunos pararam,

Os professores pararam,

E agora você?

Você que é sem nome,

Que zomba de todos,

Os que lutam e protestam,

E agora José?

Está sem eleitorado,

Está sem os votos,

Está sem ironia,

Já não podemos beber,

Já não pode fumar,

Sorrir já não pode,

A oposição,

paz não deu,

salário você não deu,

Aumento não veio,

Só veio os utópicos,

E o povo cobrou,

E a grana fugiu,

Foi pro exterior,

E agora José Serra?

E agora, José?

Sua acre palavra,

Sua estante de fezes,

Sua gula de poder,

Suas bibliotecas pornográficas,

Suas fundações de ouro,

Seu eterno deslize,

Sua incoerência,

Seu ódio --- e agora?

Com a chave na mão

Quer abrir o cofre,

Não existe cofre,

Quer morrer no Tietê,

Mas o Tietê sujou,

Quer recorrer ao povo,

O povo não te vota mais.

José e agora?

Se você gritasse,

Se você batesse,

Se você chamasse,

A guarda ,

Se você demitisse,

Se você descontasse…

Se você morresse…

Mas você não morre desgraçado,

Você é mole José!

Sozinho na governadoria,

Qual bicho do mato,

Sem ideologia,

Sem Fernando Henrique,

Para seu saco puxar,

Sem os cavalos pretos,

Da polícia a marchar,

Você marcha José!

José, para onde?

van-poa-rs disse...

Seu CLOACA (senti sua falta!!!), o título deste post e a CARTA A JOSÉ SERRA ( do Chamusca), fecham com chave de ouro este meu final de quinta-feira!Parabéns aos dois!

César Bento disse...

E a Zero Hora é um jornal

Anônimo disse...

E eu vomitando sem parar ...

Inté,
Murilo