domingo, 6 de dezembro de 2009

NA MOITA, TRIBUNAL GAÚCHO TERIA RECEBIDO DINHEIRO DE BILIONÁRIO DO AÇO

Imagine que o cidadão Cláudio Adriano Ribeiro, vulgo Papagaio, chegasse – discretamente – no Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, carregando uma enorme mochila abarrotada de dinheiro, e dissesse que queria fazer um mimo à Egregia Casa, para “melhorar a gestão” do Judiciário. Você acha que os colendos desembargadores, em nome da “qualidade” e da “produtividade”, aceitariam o regalo? Pois, a menos que o jornalista Tulio Milman, do tabloide Zero Hora, tenha encontrado alguma reveladora caderneta de anotações em uma lata de lixo do estacionamento do Palácio da Justiça, em Porto Alegre, a nota publicada em sua coluna Informe Especial neste domingo traz uma informação estarrecedora: os ricaços estão “doando” dinheiro – à sorrelfa – para o Tribunal de Justiça estadual. Afinal, o que levaria o biliardário empresário Jorge Gerdau Johannpeter, incensado “guru da gestão corporativa”, a doar “discretamente, como sempre faz”, a módica quantia de R$ 1 milhão ao Judiciário gaúcho? Aparentemente, a singela notícia do colunista refere-se ao programa “Auxiliando o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul na Modernização da Gestão”, lançado em dezembro último com o nobilíssimo propósito de “racionalizar procedimentos no Judiciário Estadual e reduzir despesas”. Por que, então, o abnegado gesto do Iron Man guasca não foi “contabilizado” sequer nas notícias publicadas no website daquela Corte? Confira aqui e aqui: não há menção de “doações” por parte de pessoas físicas ou jurídicas. Pelo sim, pelo não, este Cloaca News passará os próximos dias levantando quantos processos envolvendo as empresas de Jorge Gerdau Johannpeter (são muitas) tramitam na Justiça do Estado. Mesmo porque não ficou bem explicada a última frase na notinha de Tulio Milman: “Os resultados são animadores”. Para quem? – é a resposta que buscaremos.

19 comentários:

Gilmar Antonio Crestani disse...

Ora, qualquer pedreiro ou carpinteiro sabe que a Gerdau, hobby do João Pedro,não fabrica um prego nem clips sem dinheiro público. É só pesquisar nos beneficiários do FUNDOPEN!

NaMariaNews disse...

Sr. Cloaca, o Sr. também inventa cada coisa que pelo amor de deus!

Mamita Phia disse...

'Iron Man guasca'
morri.

Anônimo disse...

As coisas andam tão fora de controle no RS, que até a juizada perdeu a "compostura", para dizer o mínimo. Acho que o estilo casa-da-mãe-Joana implementado pela clepto-governadora Yeda "Cruzes!", em conluio com o inescrupuloso monopólio midiático ZH-RBS, está causando a ruptura do tecido moral no RS. Me entristece notar que os outrora briosos gaúchos tenham permitido, com o seu voto, que as coisas tenham chegado a esse ponto. Maso o vale-tudo gaúcho não deixa dúvidas... e quando o próprio tribunal de Justiça começa a protagonizar episódios assim, é sinal de que o mal está em estágio avançado. Vamos ter que internar o RS na UTI e injetar democracia na veia.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

A força deste senhor é muito grande. Faz pouco, na rodovia Governador Leonel de Moura Brizola, ele e sua família construíram um complexo de corridas de automóveis ao qual denominaram Veolopark. O investimento não foi pequeno e até mesmo um viaduto sobre a rodovia que é federal eles construíram. Sempre ouvi dizer que o estado lhe concede uma desoneração fiscal de um bilhão ano, ou seja, que o estado deixa de lhe cobrar um bilhão de reais todos os anos. Se procedente isto, este milhão seria uma migalha destinada a fazê-lo parecer generoso.

valeriobrl disse...

Duas possibilidade:
1)Ingenuidade da Zero Hora em relatar esta noticia,
2)A ZH acha que os Gauchos som coitados débil mentais e non vai a entender nada de tudo isto.
Obrigado pelo post Cloaca, valeu!

Agnelo Regis disse...

Os tentáculos desta empresa estão profundamente encravados em quase todos os estados do nosso país. É preocupante. O blog Cabresto sem nó já alertou uma vez, e agora repete a denuncia com esta matéria do Cloaca. Valeu !!!

Tereza disse...

Cumequié, doação prum tribunal de justiça??????????????!!!!!

trombeta disse...

Gesto lindo, um empresário financiando o poder judiciário, agora, já sei que quando ingressar com um processo contra a Gerdau o tribunal vai analisar com muito carinho, mas muito carinho mesmo!!!!

RC disse...

Peraí, e o espírito cidadão do empresariado!

Luiz Carlos disse...

Peraí gente, quanta maldade, quanto preconceito. Vcs têm que olhar um gesto desses, tão desprendido, com mais magnanimidade. Além de tudo, foi pouca coisa perto das necessidades do judiciário. Os membros desse poder, altamente democrático e tão ágil nas suas sentenças, ganham tão pouco, têm férias de somente três meses por ano, horário de trabalho estressante, sem direito a mordomias, estrutura de trabalho precária, etc, etc, etc. E vcs estão reclamando por uma mixaria dessas? Só um milhão? O Arruda faturou muito mais.

Sueli - Porto Alegre disse...

Esse cara é muito burro,ou quer sair da comunidade dele!

Sei lá! muito estranho entregar o jogo.

Abraço

Anônimo disse...

"não existe almoço grátis". tirem suas conclusões.

wilsonyoshio disse...

Quem com aço acha, com aço será rachado.

Marcus disse...

Bom...geralmente meu pensamento é o mesmo deste blog... e nao tenho dúvidas que o Sr Gerdau esta envolvido em varias irregularidades.\Mas no caso específico citado, esse valor foi doado pela MBC(movimento Brasil Competitivo) e fundaço brava, que financiam diversos projetos de consultoria em gestao em vários governos e prefeituras do Brasil.
Na revista Exame da semana passada, uma dessas consultorias é a capa da revista e existem varios depoimentos interessantes sobre o assunto.

Abs

Anônimo disse...

O único governador que tentou cobrar alguma coisa do Gerdau foi o Olivio. Adivinha o que aconteceu?

Joubert

Anônimo disse...

Só vejo nosso Judiciário como antro de Demos e tucanos, portanto, "TERIA" na minha modesta opiniao deve ser trocado por ... teria o caete", foi propinado e sem punido.

Abaixo esse judiciário de bandidos togados!

Inté,
Murilo

Lucas Santos disse...

O Judiciário brasileiro gosta é de ter seus vencimentos aumentados. Como se merecessem mais.

E pro povão, cana.
E pro rico, a Liberdade.

Anônimo disse...

Não sejam ingênuos!! O judiciário, como os demais poderes "barganha" de todas as formas. Aproveitem essa epoca, próximo ao Natal e sentem-se discretamente no saguão do TJRS ou do Forum central e observem quantos "presentinhos" (cestas chiques com vinhos importados, chocolates e demais), que chegam a toda hora para "escrivães, juízes, assessores, desembargadores e outros"...de empresas, bancos, etc...Ou seja, um "pequeno mimo" pelos "serviços prestados" ao longo do ano...E eu que sou advogada, fico pensando que serviços irão prestar aos meus clientes que sequer tem dinheiro para pagar as custas do processo!