quarta-feira, 3 de março de 2010

O JORNALISTA DO SENHOR JESUS


.
.
....
.












Do blog Viva Babel
. 
 O Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio deve fornecer carteira de identidade de jornalista a Edir Macedo, fundador da Igreja Universal – esta foi a decisão do desembargador Fernando Marques, do TRF da 2ª Região, para o recurso por ele julgado. Macedo tenta obter esse documento há algum tempo. Ele tem um registro especial de jornalista colaborador e, anteriormente, o Sindicato negou-lhe a carteira sob o argumento de não haver o registro profissional. Macedo requereu na Justiça a habilitação, perdeu em primeira instância em 2001, entrou depois com um recurso no TRF. A decisão saiu em agosto de 2009. Quando o STF extinguiu a necessidade do diploma para exercício da profissão, o TRF acatou o pedido. O Sindicato foi informado agora em fevereiro e entrou com uma petição, na qual afirma que cumprirá a decisão, e informa as exigências para a expedição do documento, entre elas o registro profissional no Ministério do Trabalho. O Sindicato questiona o reconhecimento, pela Justiça, do registro de colaborador, que não existe na lei, e lembra que, sem necessidade do diploma, qualquer pessoa pode tirar o registro profissional. Não é mais necessário diploma, mas o registro ainda é necessário.
.
A notícia é do Jornalistas & Cia.

14 comentários:

Anônimo disse...

A única diferença entre o Macedo jornalista e o jornalista Boris Casoy é que o Macedo é mais decente.Genaro Botzeta

Anônimo disse...

Aleluia irmão! O Macedo vai ser jornalista!

Será que ele vai exercer o jornalismo da mesma forma que o jornalista "Doutor" Roberto Marinho?

Anônimo disse...

Alguem duvida de "milagres"? O que $$$ não faz!

Anônimo disse...

Chiii, acho que ele vai reclamar com o Gilmar. "porra, Gilmar, vc me garantiu que estava tudo sob controle, agora estes fdp me negam a porra do registro?"

Adilson disse...

Se Sardemberg, Merval Pereira, Willian Wack, Miriam Leitão, Eliane Cantanhêde, Arnaldo Jabour, Boris Casoy, Lúcia Hippolito, Ricardo Noblat, Diogo Mainardi, Reinaldo Azevedo, dentre outros, têm carteira de jornalista, por qual razão o Bispo Edir Macedo deveria ser impedido?
O PIG é o culpado do jornalismo ter se tornado uma tubulação de esgoto.

H. Pires disse...

Se o merval, miriam, waac, boner, roberto marinho e filhos, e os outros já citados são jornalistas. Se o serra e os especialistas da midia são economistas. Se o fhc e companhia bela são sociologos. Se o demetrio magnoli é geografo e outras especialidades também, desde treinador de cães a ginecologista, depende da hora/necessidade que é chamado pela midia, ele fala tudo e qualquer coisa, igual aos outros seus amiguinhos. Se o gilmar dantas é advogado, então qualquer pessoa pode ficar na fila e requisitar qualquer um desses "depromas". Mas, o DURO mesmo é ser GARI, pois NÃO TEM DIPLOMA só tem TRABALHO MESMO.

Anônimo disse...

Tá amarrado!

Coitado de quem é jornalista sério nesse país por ter que tolerar isso.

]Paulo

Luís Carlos P. Prudente disse...

Será que o Senhor Jesus Cristo vai permitir que pessoas comuns não queiram que o sr. Edir Macedo tenha o simples registro?

Ele é o poder, creio nele e nada para ele é impossível!!!!!

andre i souza disse...

Como afirmam vários comentaristas como o sr. Adilson - 4 de março de 2010 02:32 -, a tal credencial de jornalista não está, lá, garantindo nada mesmo. Devemos nos orientar pelo histórico e caráter dos jornalistas, pois, como vimos, não é uma simples credencial que autentica a idoneidade do portador.

Em tempo: Não tenho religião, no entanto, acho que não se deva trazer nome(s) sagrado(s) ao teor da discussão (mesmo por simples citação), pois nenhum homem na pode representá-lo(s). Haja vista as obras do sr. Macedo e de inúmeros outros líderes de Igrejas Cristãs ou não. A discussão é sobre os descaramentos humanos.

Anônimo disse...

pô, só a foto do "colinho"?
e a do "beijinho", não publicou por que?

Carlos disse...

Já que a grana dele fez uma carteira de jornalista, porque não tira um brevê de piloto também?
Quem sabe, com sorte, ele leva um monte de "bispos" pro céu...

Anônimo disse...

Já passou da hora de virarmos a página dessa novelinha "corporativista" de diploma, registro, etc. Se o Bispo receber diploma, registro, o que é que isso tem demais? É só um simbolismo, nada mais. O "jornalista" Roberto Marinho foi bajulado por toda a vida pela direita e, para desgraça da nação, foi homenageado pelo governo petista de São Paulo, que rebatizou uma das principais avenidas de São Paulo com o nome desse bandido. Avenida ROBERTO MARINHO !!!!! Toda vez que passo por ali, abro a janela do carro e dou uma cusparada no asfalto!

Anônimo disse...

A frase que os jornalistas bons ou maus vão ser lembrados será esta
"Publicamos a bem da verdade, pois não encontramos nada que negasse de forma contundente a autenticidade da mesma"- Folha - Ficha falsa da Dilma
Depois desta frase, sinto muito senhores jornalista (bons e maus) vão ter que aguentar qualquer um em sua profissão. Todo e qualquer conselho profissional (medico, engenheiro, etc...), mesmo a OAB que é a maior piada nacional, de vez em quando puni seus "maus" profissionais, mas no conselho de jornalistas, posso estar enganado, mas nunca li qualquer noticia sobre abertura de processo ou mesmo cassação de algum profissional, como o que vemos e mesmo este site denuncia, e nenhuma providência é tomada A BEM DA VERDADE, acho que o STF foi justíssimo em revogar a obrigatoriedade do diploma de jornalismo

Marcos Vinicius Gomes disse...

Macedão jornalista...
Quem mesmo disse que o Brasil não era um país sério?
Para que um 'empresário' do ramo de comunicação faz tanta questão de ter registro?