sábado, 10 de abril de 2010

UMA PITOMBA NO QUENGO DE JOSÉ SERRA


Do blog Tijolaço, de Brizola Neto
.
"Li boa parte de seu discurso, senhor José Serra. Talvez eu seja hoje o que o senhor foi, na minha idade, quando era um jovem, que presidia a União Nacional dos Estudantes e apoiava o Governo João Goulart no Comício da Central. Quando o senhor defendia o socialismo que hoje condena, o patriotismo que hoje trai, o desenvolvimento autônomo do Brasil do qual hoje o senhor debocha.
O senhor, como Fernando Henrique, é útil aos donos do Brasil – sim, Serra, o Brasil tem donos, poque 1% dos brasileiros mais ricos tem o mesmo que todos os 50% mais pobres – porque foi diferente no passado e, hoje, cobre-se do que foi para que não lhe vejam o que é.
O símbolo do Brasil que não pode mais, que não pode ser mais como o fizeram.
Não pode mais o Brasil ser das elites, porque nossas elites, salvo exceções, desprezam nosso povo, acham-no chinfrim, malandro, preguiçoso, sujo, desonesto, marginal. Têm nojo dele, fecha-lhe os vidros com película para nem serem vistos.
Não pode mais ser o país das elites, porque nossas elites, em geral, não hesitam em vender tudo o que este país possui – como o senhor, aliás, incentivou fazer – para que a “raça superior” venha aqui e explore nossas riquezas de maneira “eficiente” e “lucrativa”. Para eles, é claro, e para os que vivem de suas migalhas.
Não pode mais ser o Brasil dos governantes arrogantes, como o senhor, que falam de cima – quando falam – que empolam o discurso para que, numa língua sofisticada, que o povo não entende, negociem o que pertence a todos em benefício de alguns.
Não pode mais ser o país dos sábios que, de tão sabidos, fizeram ajoelhar este gigante perante o mundo e nos tornaram servos de uma ordem econômica e política injustas. O país dos governantes “cultos”, que sabem miar em francês e dizer “sim, senhor” em inglês.
Não pode mais ser o país do desenvolvimento a conta-gotas, do superávit acima de tudo, dos juros mais acima de tudo ainda, dos lucros acima do povo, do mercado acima da felicidade, do dinheiro acima do ser humano.
O Brasil pode hoje mais do que pôde no governo do que o senhor fez parte.
Pôde enfrentar a mais devastadora crise econômica mundial aumentando salário, renda, consumo, produção, emprego quando passamos décadas ouvindo, diante numa crise na Malásia ou na Tailândia que era preciso arrochar mais o povo.
Pôde falar de igual para igual no mundo, pôde retomar seu petróleo, pôde parar de demitir, pôde retomar investimentos públicos, pôde voltar a investir em moradia, em saneamento, em hidrelétricas, em portos, em ferrovias, em gasodutos. Pôde ampliar o acesso à educação, ainda que abaixo do que mereça o povo, pôde fazer imensas massas de excluídos ingressarem no mundo do consumo e terem direito a sonhar.
Pôde, sim, assumir o papel que cabe no mundo a um grande país, líder de seus irmãos latinoamericanos.
O Brasil pôde ser, finalmente, o país em que seu povo não se sente um pária. Uma país onde o progresso não é mais sinônimo de infelicidade.
É por isso, Serra, que o Brasil não pode mais andar para trás. Não pode voltar para as mãos de gente tão arrogante com seu povo e tão dócil aos graúdos. Não pode mais ser governado por gente fria, que não sente a dor alheia e e não é ansiosa e aflita por mudar.
Não pode mais, Serra, não pode mais ser governado por gente que renegou seus anos mais generosos, mais valentes, mais decididos e que entregou seus sonhos ao pragmatismo, que disfarça de si mesmo sua capitulação ao inimigo em nome do discurso moderno, como se pudesse ser moderno aquilo que é apoiado pelo Brasil mais retrógrado, elitista, escravocrata, reacionário.
Há gente assim no apoio a Lula e a Dilma, por razões de conveniência-político eleitoral, sim. Mas há duzentas vezes mais a seu lado, sem qualquer razão senão a de ver que sua candidatura e sua eleição são a forma de barrar a ascenção da “ralé”. Onde houver um brasileiro empedernidamente reacionário, haverá um eleitor seu, José Serra.
Normalmente não falaria assim a um homem mais velho, não cometeria tal ousadia.
Mas sinto esta necessidade, além de mim, além de minha timidez natural, além de minha própria insuficiência. Sinto-me na obrigação de ser a voz do teu passado, José Serra. É um jovem que a Deus só pede que suas convicções não lhes caiam como o tempo faz cair aos cabelos, que suas causas não fraquejem como o tempo faz fraquejar o corpo, que seu amor ao povo brasileiro sobreviva como a paixão da vida inteira. Que o conhecimento, que o tempo há de trazer, não seja o capital de meu sucesso, mas ferramenta do futuro.
Vi um homem, já idoso, enfrentar derrotas eleitorais e morrer como um vitorioso, por jamais ter traído as idéias que defendeu. Erros, todo humano os comete. Traição, porém, é o assassinato de nós mesmos. Matamos quem fomos em troca de um novo papel.
Talvez venha daí sua dificuldade de dormir.
Na remota hipótese de vencer as eleições, José Serra, o senhor será o derrotado. O senhor é o algoz dos seus melhores sonhos".

26 comentários:

Luís C. P. Prudente disse...

José Serra, o Nosferatu, o Zé Pedágio, é o ex- governador fascista que não sabe o que é democracia.

José Serra não sabe o que é conversar com os movimentos sociais.

José Serra, você não pode mais.

Dilma, primeira mulher presidenta do Brasil.

O Brasil pode Dilmais!

Edelmar disse...

Eu entrei no noticias do terra - coisa que nunca faço, pra ler como repercutiram os comícios do dia. Notícias escritas com previsível parcialidade, nada muito completo. E notei vários comentários nessa linha 'dilma está nervosa'.
No estadão a mesma coisa, texto mediocre e os comentários pró dilma eram soterrados de ataques e ofensas ao autor, e essa linha 'dilma nervosa'.
Engraçado que ninguém desenvolve a idéia. Pra quem usa a internet há 15 anos - como este que vos fala - é óbvio que certos comentários pipocando em sites de notícias são patrocinados, pagos, feitos por profissionais trabalhando pela campanha tucana.
É rasteiro, mas tenho dificuldade em dizer que é errado... gostaria apenas de sugerir que construissem um discurso inteligível. Esse negócio de 'dilma está nervosa' quer chegar onde? Que ela tem medo do Serra? Medo tem o Serra e ela já colou isso nele hoje em discurso no ABC, medo da ditadura (porque fugiu), medo do debate (porque se esconde atrás da imprensa paga), medo de movimento social (porque manda a policia bater em professor)...
O site da folha eu desisti logo de cara quando notei que tinha uns 5 destaques sobre a convenção do PSDB e na única noticia falando sobre o encontro no ABC o foco era dividido na verdade. A cobertura é DESCARADAMENTE parcial.

E sr croaca, os trolls estão spamando forte desde hoje de tarde, estão em plantão. Parece que lembraram do seu ilustrissimo blog.

Dilson disse...

Trecho do discurso de José Serra no lançamento da campanha:

“Ninguém deve esperar que joguemos o governo contra a oposição, porque não o faremos. Jamais rotularemos os adversários como inimigos da pátria ou do povo. Em meio século de militância política nunca fiz isso. E não vou fazer. Eu quero todos juntos, cada um com sua identidade, em nome do bem comum.”

Posso imaginar o Sérgio Guerra dando gargalhadas nos bastidores.
Ninguém pode acusar o Serra de não ter senso de humor…esta foi ótima.

Luís C. P. Prudente disse...

O José Serra não quis jogar a população contra os professores em greve?

O José Serra não quis jogar a mesma população contra as manifestações democráticas dos movimentos sociais que pretendiam fechar a Avenida Paulista ou protestar diante do Palácio dos Bandeirantes?

José Serra, além de malufar, passou a mentir na cara dura!

Anônimo disse...

Brizola Neto, espetacular!

Eu queria ter um neto assim!

Parabéns!
Felicidades!

BRASIL - em homenagem ao Brizola Neto, extensivo ao honesto e trabalhador povo brasileiro
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Ricardo disse...

José Serra
O funcionalismo público é uma doença, conheça a cura

Anônimo disse...

"Parabéns Brizola"!

Anônimo disse...

Se Deus Quizer vou ter um neto assim .. Bem no futuro

Gabriel Dimas disse...

Saiu ao avô... o saudoso e insubstituível Leonel deve estar contente.

Anônimo disse...

Eu não sou dono, sou sócio-proprietário do Brasil. Esse negócio de o Brasil não ter dono, para mim, tem a ver com o seguinte: se não tem dono é meu. É isso que ele quer dizer.

Vera disse...

Lindo texto, Brizola! Disse tudo! Parabéns!

Anônimo disse...

O dep. Brizola Neto foi feliz. Não se pode alisar cafajestes que andam com tasso jeiressati, zé agripino, arthur virgílio, álvaro dias, fhc, acm neto, et caterva. Canalhas ficam à direito de Gengis Khan.
armando do prado

Anônimo disse...

"O Brasil não tem dono". Isto significa que tudo o que é nosso será pulverizado nas privatizações?
O Brasil é dos brasileiros, senhor Serra.

Teresinha Carpes disse...

Que espetáculo,este Post!Tudo haver com tudo que está acontecendo!Brizola Neto,é muito melhor que todos Brisolas juntos,quem viver verá!!!!
Leonel Brisola,muitas vezes ofendeu o Presidente Lula,mesmo quando Lula,o tratava com carinho...Lembram do "Sapo Barbudo",nunca vou esquecer os discursos eivados de raiva que Leonel Brisola fazia contra todos do PT!

Teresinha Carpes disse...

Vi só uma parte do ridículo programete Rede TV "O Penico"(Ops o Pânico)Como sempre um abestalhado imitando o Presidente Lula,e um "transformista"de peruquinha e vestido vermelho,mandando beijinhos para a platéia,querendo "imitar"A nossa querida e ética Dilma Roussef.A letra da musiquinha deles chamavam A Candidata e Ministra Dilma,de "Rotwaile" do PT,um deboche senvergonha,como só a Rede TV,e sua irmã siamesa Rádio Pampa!Acho que a direção do PT,vão ter muito trabalho,para as baixarias da oposição e da imprensalona!!1

Anônimo disse...

Nossa, Terezinha, não tinha visto esse tal de penico e estou envergonhada lendo tudo isso que voc?e deixou aí em cima. Nem sei se é bom para os mais simples lerem um negócio tão baixaria. Podem pensar que somos furiosas ou mulheres-macho confundindo consciência com brutalidade. A mudança dói e o Pig não quer que o povo brasileiro mude de qualidade para Melhor. Pra mim é Fora Serra!!!! Voto Dilma e nem ainda ficarem me mandando umas piadinhas pesadas e nogentas sobre a Dilma e o Lula. Meu voto já está decidido: É Dilma!!! E Lula mais na frente.

Teresinha Carpes disse...

Penico é o que,uma palavra tão terrivel assim?Vc tá doida criatura,o Pânico,é sim Um Penico,esta é a minha opinião,tá legal,não gostou,vai querer puxar as minhas orelhas e quantas mais,pois tanto aqui,como em qualquer outro Blog,sai coisas piores!O Nome do Blog,não é Cloaca?por acaso,tem Rosas dentro de uma Cloaca?Vai te catar!!!

JOEL disse...

O PIG começou outra moda: CONCLUIR a partir das declarações de Dilma IDÉIAS ABSURDAS, como é o caso da fala em que ela diz que não foge (Serrágio foge do povo, dos professores, da enchente, do trânsito caótico de São Paulo, da administração pública - começa e não termina, como capricho de menino mimado: Serra é um menino mimado e mentiroso..kkkk)...vamos dar o contra-ataque: mostrar que estão INVENTANDO AS IDÉIAS...irá desmoralizar os COMENTARISTAS e mostrar o quanto o PIG está COMPROMISSADO com José Serra e as forças do atraso no Brasil, as mesmas que chamaram o BOLSA FAMÍLIA de Bolsa Esmola...kkkkk...AGORA ELES MOSTRARAM A CARA sem pudor algum...e vão ser desmascarados...kkkkk

Maria José disse...

Realmente aquele discurso do Serra foi até deprimente!

Brasileiros !!!!
Mais que nunca, temos por dever cívico, não deixar esta elite sem argumento voltar ao poder!

Sinceramente, se eu fosse assessor do Serra não deixaria ele praticar um ato tão pifio!

Peixoto/P.Prudente/sp disse...

Texto maravilhoso. uma verdadeira tijolada no peito do Serra e seus seguidores. É DILMA na cabeça.

Toszco disse...

"Pitomba no Quengo é a alegria do povo!!"

Yacov disse...

Esse texto é uma maravilha, BN!!! Descreve exata e fielmente o nosso momento politico e os anseios da sociedade brasileira, que não tem representatividade nenhuma na grande (???) mídia venal e corporativa, alinhada aos interesses do grande capital juntamente com os seus candidatos de direita enrustidos de sociais democratas. E entre os anseios do povo brasileiro não está, absolutamente, o retorno ao sono eterno do gigante adormecido que finalmente acordou e dá os seus primeiros e promissores passos. Não aceitaremos retrocesso. AVANTE BRASIL!!!

FORA PSDBosta DEMentes e PIg'SS!!!
QUERO LULA DE NOVO QUERO DILMA 2010 MEU POVO!!!

LEANDRO disse...

Sensacional esse post! De uma clareza estarrecedoramente verdadeira. Parabéns ao autor e um pedido: enviem a toda a blogosfera, pois um texto desses tem de ser compartilhado.

Gabriela disse...

Comecei a ler o blog a pouco tempo, por indicação do meu professor de história. À partir daí não parei mais... ótimo texto! Linguagem do povo, para todos entenderem.
"Será que a gente é que é diferente
ou será que os outros são tão iguais?
Se honestidade é marca da gente,
ser diferente é bom até demais."

Anônimo disse...

Sr. Cloaca,
por esses e outros tijolaços que o blog do Deputado tem sido alvo constante de trolls histéricos e desesperados.
Os comentaristas de fato que acompanham o TIJOLAÇO podem colaborar debatendo no espaço e restringindo a atuação nauseante dos ditos cujos.

Anônimo disse...

por causas de brizolas da vida é que o rio estas onde estas hoje é mais fácil andar no iraque que no rio de brizolas e cia. ainda bem que o Sergio cabral parece que vai dar jeito na quela grande favela que é o rio hoje.